Silvio Lancellotti Definida, para Março, a inédita repescagem da Eurocopa/2020

Definida, para Março, a inédita repescagem da Eurocopa/2020

Nesta sexta-feira, na sua sede da Suíça, a UEFA realizou o sorteio dos jogos que apresentarão as últimas quatro equipes da sua grande competição

Em exposição, a taça da Eurocopa

Em exposição, a taça da Eurocopa

UEFA

Um evento particularmente inusitado aconteceu nesta sexta-feira, dia 22 de Novembro de 2019, em Nyon, na Suíça, sede da UEFA, a entidade que organiza o Futebol no Velho Continente. Pela primeira vez, em seus 60 anos de vida, a Eurocopa terá uma repescagem. E um minucioso sorteio escolheu os seus emparceiramentos. Por quase exatos dez meses, entre 21 de Março e 19 de Novembro, as seleções das 55 afiliadas lutaram em eliminatórias. Depois de 250 combates e de 801 tentos registrados, 20 se classificaram. Ocorre que, da Eurocopa propriamente dita, participarão 24 equipes. Outras quatro advirão, precisamente, de tal repescagem, com 16 remanescentes das eliminatórias mas originadas na Nations League, uma disputa que a UEFA estabeleceu para otimizar as chamadas “Datas FIFA” e para aprimorar o seu ranking.

Eis os duelos que o bingo determinou. Duelos, aliás, em jogo único, também o mandante formalizado no sorteio, prélios programados para 26 de Março.

A
Islândia X Romênia*
Bulgária X Hungria

B
Bósnia-Herzegovina X Irlanda do Norte*

Eslováquia X República da Irlanda

C
Escócia X Israel*
Noruega X Sérvia

D
Geórgia X Bulgária*
Macedônia do Norte X Kosovo

Os vencedores se digladiarão em 31 de Março de 2020. As hospedeiras serão as quatro nações que ganharem as pelejas acima assinaladas com asterisco. E, de seus confrontos, sobrarão as quatro seleções que, posteriormente, na Eurocopa de fato, se agregarão às 20 já definidas.

O pôster da sede de Roma, à espera de voluntários

O pôster da sede de Roma, à espera de voluntários

UEFA

Enfim, consolidadas as 24 equipes da Eurocopa de fato, a UEFA realizará um novo sorteio para se efetivarem as seis chaves da competição propriamente dita. No caso, um bingo dirigido em função de algumas singularidades.
Além da introdução da Nations League, esta edição, a 16ª na História, apresentará uma outra alteração. Inaugurada na França, em 1960, sempre se desenrolou em uma sede, com três exceções: Bélgica & Holanda/2000, Áustria & Suíça/2008, Polônia & Ucrânia/2012. Mas, na celebração dos seus 60 anos da disputa, a UEFA decidiu homenagear a Europa toda. De 12 até 24 de Junho, as 20 seleções que saíram das eliminatórias, além das quatro da repescagem, se distribuirão em seis chaves e doze cidades. A saber:

A – Roma (Itália) e Baku (Azerbaidjão)
B – São Petersburgo (Rússia) e Copenhague (Dinamarca)
C – Amsterdam (Holanda) e  Bucareste (Romênia)
D – Londres (Inglaterra) e Glasgow (Escócia)
E – Bilbao (Espanha) e Dublin (Irlanda)
F – Munique (Alemanha) e Budapeste (Hungria)

O Romexpo de Bucareste, na Romênia

O Romexpo de Bucareste, na Romênia

UEFA

O outro sorteio, programado para o Romexpo, um copioso centro de convenções de Bucareste, na Romênia, dia 30 de Novembro, determinará a distribuição das 24 seleções por seis chaves. Haverá quatro potes, equipes divididas de acordo com a sua performance nas eliminatórias:

Pote 1
Bélgica, Itália, Inglaterra, Alemanha, Espanha, Ucrânia

Pote 2
França, Polônia, Suíça, Croácia, Holanda, Rússia

Pote 3
Portugal, Turquia, Dinamarca, Áustria, Suécia, R. Tcheca

Pote 4
Gales, Finlândia e mais as quatro da repescagem

O pôster de Londres, Inglaterra, a sede da decisão

O pôster de Londres, Inglaterra, a sede da decisão

UEFA

As anfitriãs que obtiveram classificação se localizarão nas chaves de suas cidades respectivas. Ou, a Itália no Grupo A, Rússia e Dinamarca no B e assim por diante. E sempre atuarão duas vezes em suas cidades. Também caberá á Itália hospedar o cotejo inicial, no Olímpico de Roma, em 12 de Junho. Sobreviverão as duas melhores de cada uma das chaves e as quatro terceiras de melhor desempenho. Daí, entre 27 e 30 de Junho, os emparceiramentos de oitavas-de-final transitarão por Londres, Amsterdam, Bilbao, Bucareste, Budapeste, Copenhague, Dublin e Glasgow. As quartas, entre 3 e 4 de Julho, através de Baku, Roma, Munique e São Petersburgo. Enfim, nos dias 7, 8 e 12, ocorrerão, em Wembley, as duas semis e a grande batalha pelo título.

Gostou? Clique em “Compartilhar”, ou em “Twittar”, ou deixe a sua opinião em “Comentários”. Muito obrigado. E um grande abraço!