Com sete brasileiros, começa a fase de grupos da Libertadores/2020

Dos oito clubes que conquistaram vagas, entre 47 da América do Sul, apenas o Corinthians foi eliminado. E o Flamengo segue em busca do bi. 

Flamengo, em busca do bi da Libertadores

Flamengo, em busca do bi da Libertadores

Lance!

Começa nesta terça-feira, dia 3 de Março, com 32 clubes separados em oito grupos, a fase mais longa e intensa da Copa Libertadores de América/2020. Além do Flamengo, o detentor do título de campeão, o Brasil pôde inscrever sete times na competição. De todos, apenas o Corinthians, obrigado a disputar uma etapa de pré-classificação, caiu, imediatamente, sobrepujado pelo Guarani do Paraguai. O Internacional de Porto Alegre, também na mesma etapa, conseguiu se qualificar e agora se agrega ao “Urubu”, ao Athletico/PR, ao Grêmio, ao Palmeiras, ao Santos e ao São Paulo. Por uma ironia do bingo da Conmebol, coube aos dois gaúchos se acomodarem na mesma chave.

Os oito brasileiros da Libertadores/2020

Os oito brasileiros da Libertadores/2020

Reprodução

Agora na sua edição de número 61, esta Libertadores se inaugurou em 21 de Janeiro, com 47 times dos dez países afiliados à entidade que administra o Futebol na América do Sul: Brasil (8 vagas), Argentina (6), Equador (4 e mais o Independiente del Valle, campeão da Sul-Americana), e os outros com 4 equipes cada (Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela). Antes dos grupos houve 30 cotejos em que se registraram 62 tentos, média precária de 2,07 – na Champions e na Europa League, já nas suas oitavas-de-final, a média é de, respectivamente, 3,18 e 2,78 gols por prélio.

O Maracanã, sede da decisão de 2020

O Maracanã, sede da decisão de 2020

ADEG

A fase de grupos, todos contra todos em turno e returno, se estenderá até o dia 7 de Maio. Primeiros e segundos se promoverão às oitavas-de-final, a se desenvolver entre 21 e 30 de Julho. Os terceiros colocados serão repescados na Sul-Americana. Depois das oitavas ocorrerão as quartas-de-final (entre 18 e 27 de Agosto), as semis (entre 22 de Setembro e 1º de Outubro), e daí a decisão. Desde 2019, quando o Flamengo bateu o River Plate da Argentina por 2 X 1 em Santiago do Chile, uma decisão da Libertadores acontece em partida única e numa sede pré-determinada. Desta vez, já programada para 21 de Novembro, a grande porfia se desenrolará no estádio do Maracanã, Rio.


Eis os jogos dos brasileiros na rodada de abertura:

Dia 3, terça-feira:

Athletico/PR

Athletico/PR

athletico.com.br

Grupo C
ATHLETICO PARANAENSE X PEÑAROL (Uru)
Arena da Baixada, Curitiba, 42.372 lugares
Árbitro: Éber Aquino (Par)

Grupo E
INTERNACIONAL X UNIV. CATÓLICA (Chi)
Estádio Beira-Rio, Porto Alegre, 50.128 lugares
Árbitro: Ángel Arteaga (Ven)

AMÉRICA DE CALI (Col) X GRÊMIO
Estádio Pascual Guerrero, 34.405 lugares
Árbitro: Guillermo Guerrero (Que)

Grupo G

DEFENSA Y JUSTÍCIA (Arg) X SANTOS
Estádio Tito Tomaghello, Florencio Varela, 18.000 lugares
Árbitro: Gustavo Tejera (Uru)


Dia 4, quarta-feira

Junior Barranquilla

Junior Barranquilla

Reprodução

Grupo A
JUNIOR BARRANQUILLA (Col) X FLAMENGO
Metropolitano Roberto Meléndez, 60.788 lugares
Árbitro: Alexis Herrera (Ven)

Grupo B
TIGRE (Arg) X PALMEIRAS
Estádio José Dellagiovanna, Victoria, 26.282 lugares
Árbitro: Wilmar Roldán (Col)


Dia 5, quinta-feira

Escuela Binacional

Escuela Binacional

Reprodução

Grupo D
ESCUELA BINACIONAL (Per) X SÃO PAULO
Estádio Guillermo B. Rosamedina, Juliaca, 20.030 lugares
Árbitro: José Mendez (Par)


Gostou? Clique em “Compartilhar”, ou em “Twittar”, ou deixe a sua opinião em “Comentários”. Muito obrigado. E um grande abraço!