Coronavírus

R7 Só Esportes Lucas Lima é flagrado por organizada do Palmeiras em festa 

Lucas Lima é flagrado por organizada do Palmeiras em festa 

Jogador não usava máscara e foi xingado por torcedores que pediram sua saída. "Errei, errei. Perdão", respondeu o atleta

Depois de Ramires, no ano passado, foi a vez de Lucas Lima, mais um atleta do Palmeiras, ser flagrado em uma festa clandestina, em meio a pandemia de covid-19 no Brasil. O jogador foi visto saindo de uma balada na madrugada de sexta-feira (18). O meio-campista não utilizava máscara e foi interceptado por membros de uma torcida organizada do clube, que cobraram duramente o atleta, o xingando e pedindo sua saída. 

O ocorrido foi filmado e divulgado ans redes sociais. Em determinado momento da gravação, Lucas Lima diz: "Errei, errei. Perdão". Aglomerações do tipo são proibidas no Estado de São Paulo durante a pandemia do novo coronavírus. Nesta semana, em Assunção, no Paraguai, o jogador recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19. A imunização foi parte de uma ação envolvendo o elenco do Palmeiras e a Conmebol.

Lucas Lima foi flagrado por torcida organizada do Palmeiras quando saía de festa clandestina

Lucas Lima foi flagrado por torcida organizada do Palmeiras quando saía de festa clandestina

Cesar Greco/Palmeiras

O Palmeiras se manifestou na manhã desta sexta, garantindo que Lucas será afastado por tempo indeterminado e que tomará as "medidas administrativas cabíveis", assim como fez em casos similares. A decisão foi tomada pelo departamento de futebol. No último final de semana, dois funcionários do clube alviverde morreram por covid-19: o podólogo Edson Silva e o segurança Cristiano de Oliveira.

Lucas Lima faz parte do elenco alviverde desde 2018 e conquistou o Campeonato Brasileiro daquele ano, além de um Campeonato Paulista, uma Copa do Brasil e uma Copa Libertadores — estes três na temporada 2020.

Com 30 anos, o meia tem sido cada vez menos utilizado no Palmeiras. Ainda não jogou pelo Brasileirão e participou de apenas um jogo da Libertadores — justamente a derrota para o Defensa y Justicia, da Argentina, por 4 a 3, em São Paulo, quando o time já estava classificado às oitavas de final. Também participou dos dois duelos contra o CRB, que resultaram na eliminação na terceira fase da Copa do Brasil.

Holanda e Bélgica vencem e se classificam; Eriksen é homenageado

Últimas