Coronavírus

R7 Só Esportes Covid faz São Bento colocar goleiro de atacante por falta de jogadores

Covid faz São Bento colocar goleiro de atacante por falta de jogadores

Na Série C do Brasileiro, time de Sorocaba tinha 15 atletas infectados e 3 com suspeitas e única opção contra Criciúma foi usar goleiro na linha

O São Bento de Sorocaba viveu uma situação diferente na última segunda-feira (26), no jogo contra o Criciúma, pela Série C do Campeonato Brasileiro. O time tinha 15 atletas infectados pelo novo coronavírus, três com suspeitas da doença, outros três contundidos e um atleta suspenso e foi para a partida somente com 12 atletas, sendo que no banco estava o goleiro Lucas. 

Lucas e treinador Edson Vieira no banco de reservas

Lucas e treinador Edson Vieira no banco de reservas

Divulgação EC São Bento

O time até tentou cancelar a partida na CBF, mas não conseguiu. A confederação afirmou que, de acordo com o protocolo, não é possível cancelar o jogo se os dois times tiverem 13 atletas disponíveis. No caso, os lesionados não entram na conta dos infectados pela covid-19. Os atletas fizeram uma protesto antes de rolar a bola, ajoelhados e todos de máscara.

No segundo tempo, o treinador Edson Vieira teve de colocar Luciano em campo, mas não na linha. Ele substituiu o atacante Coutinho. No fim, o jogo terminou empatado em 0 a 0. O Criciúma não aproveitou a situação do adversário porque teve um jogador expulso ainda no primeiro tempo. 

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

'Duplas' de goleiros tranquilizam torcidas no futebol brasileiro

Últimas