São Paulo tem queda de público em jogos do Paulistão no Morumbi

Depois de fechar o Brasileirão com média superior a 35 mil pagantes por jogo, São Paulo tem agora pouco mais de 13 mil pagantes por partida no Estadual

Na vitória sobre o Bragantino, São Paulo levou apenas 10 mil torcedores ao Morumbi

Na vitória sobre o Bragantino, São Paulo levou apenas 10 mil torcedores ao Morumbi

Rubens Chiri/São Paulo - 7.6.2018

Depois de contar com o apoio do torcedor durante o último Brasileirão, principalmente no segundo turno, quando brigou para sair da zona do rebaixamento, o São Paulo vê agora um esvaziamento do seu estádio no Paulistão.

Se em 2017 o time fechou o ano com média de 33.673 pagantes por jogo na temporada (e 35.228 só no Brasileirão), agora, em 2018, a média de público do São Paulo no Morumbi é de apenas 13.691 torcedores por partida.

Nos três jogos que fez em seu estádio no Paulistão, o São Paulo levou 17.171 torcedores contra o Novorizontino, 13.624 contra o Botafogo de Ribeirão Preto, e apenas 10.278 nessa quarta-feira (7), contra o Bragantino.

Perto dos rivais da capital, a média de público do São Paulo é muito inferior nesse início de temporada. O Corinthians, até aqui, tem média de 23.604 torcedores por partida. Já o Palmeiras, líder em média de público no Brasil em 2018, levou 32.034 torcedores por jogo. 

O início ruim do time de Dorival Júnior e a falta de promoção nos ingressos de arquibancada (por força do regulamento da Federação Paulista), são fatores importantes para essa queda de público do torcedor são-paulino no Morumbi.

Em 2017, no Paulistão, o São Paulo teve uma média de 33.276 pagantes. Só nos três primeiros jogos de 2017, sua média foi de 36.308, quase três vezes maior do que a atual.

Ontem, contra o Bragantino, o público do São Paulo (10.278), foi o pior nos últimos 40 jogos. A última vez em que o time levou menos de 10 mil pagantes foi contra o Coritiba, pelo Brasileirão de 2016, no dia 28 de agosto (7.836 pagantes).

Em Minas Gerais, o Cruzeiro, por outro lado, vem conseguindo ótimos públicos no Estadual. A Raposa, porém, diminuiu o valor do ingresso. Ainda assim, conseguiu aumentar sua renda bruta além da média de público, hoje em 34.718 torcedores por jogo.

Se em 2017 o São Paulo ficou atrás apenas do Corinthians na média de público na temporada (33.673 contra 34.708 do Corinthians), agora, em 2018, o time tem quinta melhor média em comparação com os outros grandes do futebol brasileiro. Nas rendas das partidas, o São Paulo está na quarta colocação, mas com seis vezes menos renda que o Palmeiras.

Média de público dos grandes em 2018:
1º Cruzeiro - 34.718
2º Palmeiras - 32.034
3º Corinthians - 23.618
4ºª Atlético-MG - 20.225
5º São Paulo - 13.691
6º Internacional - 10.231
7º Santos - 9.511
8° Flamengo - 8.803
9° Grêmio - 8.555
10° Vasco - 6.761
11° Fluminense - 4.532
12° Botafogo - 3.448

Renda total dos grandes em 2018:
1º Palmeiras - R$ 6.259.913,50
2º Corinthians - R$ 2.611.394,50
3º Cruzeiro - R$ 1.390.532,00
4º São Paulo - R$ 996.563,00
5º Grêmio - R$ 871.166,00
6º Internacional - R$ 786.570,00
7º Flamengo - R$ 717.878,00
8º Vasco - R$ 699.360,00
9º Santos - R$ 554.055,00
10º Atlético-MG - R$ 331.747,00
11º Fluminense - R$ 232.930,00
12º Botafogo - R$ 215.330,00