Cosme Rímoli Volpi sabotou de novo. E o Fortaleza eliminou, e humilhou, o São Paulo. 3 a 1

Volpi sabotou de novo. E o Fortaleza eliminou, e humilhou, o São Paulo. 3 a 1

Volpi falhou outra vez em um jogo eliminatório. Desequilibrou o São Paulo, deu confiança ao Fortaleza. E o time nordestino se classificou à semifinal da Copa do Brasil. Crise no Morumbi

  • Cosme Rímoli | Do R7

A imagem resume a humilhação, a eliminação do São Paulo. Crise no Morumbi

A imagem resume a humilhação, a eliminação do São Paulo. Crise no Morumbi

CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO - 15.9.2021

São Paulo, Brasil

Pela terceira vez seguida em jogos eliminatórios, Volpi falhou.

Foi assim na partida que tirou o São Paulo da semifinal da Libertadores, na derrota por 3 a 0 para o Palmeiras.

Depois, o time de Crespo vencia o Fortaleza por 2 a 0, no Morumbi. Graças à outra falha infantil, ele ressuscitou o time nordestino, que acabou empatando o jogo, em 2 a 2.

E hoje, depois de erro na saída de bola de Liziero, Ronald dominou a bola na entrada da área. Chutou forte, mas a bola passou por baixo do goleiro são paulino.

1 a 0, Fortaleza.

O gol desmoronou o time de Hernán Crespo, que não conseguiu reagir. Pelo contrário, perdeu toda a confiança. E ainda tomaria o segundo gol. David cruzou com capricho e o chileno Henriquez cabeceou com firmeza para as redes. 2 a 0.

E ainda, aos 46 minutos, David recebeu lançamento que driblou Arboleda, e fulminou Volpi.

Gabriel Sara ainda descontou, aos 48 minutos.

Derrota pesadíssima do São Paulo: 3 a 1.

Fortaleza pela primeira vez classificado para a semifinal da Copa do Brasil. Enfrentará o Atlético Mineiro. 

Já o São Paulo, que nunca venceu o torneio, mergulha de vez na crise.

O time está em 16º colocado no Brasileiro, a um ponto da zona do rebaixamento. 

A pressão é enorme, apesar do presidente Julio Cazares ter garantido que Crespo não seria demitido de jeito nenhum, fosse qual fosse o resultado de hoje.

O desabafo de Luciano, que só entrou no segundo tempo, tem tudo para tumultuar ainda mais as coisas no São Paulo.

"É difícil chegar aqui e tentar dar uma explicação, porque o que jogamos aqui não é um time que quer brigar, não é um time que quer ser campeão. É lamentável. Agora é ver o que estamos fazendo de errado, que é muita coisa.

"Todo mundo sabe que podemos render mais, brigar mais pela camisa do São Paulo. Outra eliminação dolorosa, mas não podemos tomar três gols deles.

"Somos o São Paulo, somos o clube grande. Agora é resolver esses problemas internamente, todos os jogadores, a comissão junta, e ver o que tem para melhorar, porque temos bastante coisa."

Ronald comemora o primeiro gol. Falha de Volpi que desequilibrou o São Paulo

Ronald comemora o primeiro gol. Falha de Volpi que desequilibrou o São Paulo

CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO - 15.9.2021

Crespo decidiu alterar o time. Apostou em Eder, deixando Luciano na reserva. Trocou Luan por Rodrigo Nestor, tentando deixar o meio-campo mais ágil.

Só que o também argentino Juan Pablo Vojvoda montou o Fortaleza ainda melhor. Seu 3-4-3 se impôs, não tomou conhecimento do 3-5-2 do São Paulo.

O Fortaleza foi muito melhor do primeiro ao último minuto de jogo. Melhor compactado, mais objetivo e vibrante. Mesmo contando com um time muito menos técnico.

Tudo começou a ruir com a falha de Volpi no primeiro gol do time cearense.

O São Paulo perdeu confiança. Benítez e Rigoni estavam especialmente mal no jogo. Não havia consistência, aproximação da equipe. Estava apática, não parecia que decidia a vaga para a semifinal da Copa do Brasil, mas um amistoso qualquer.

O Fortaleza foi para o intervalo vencendo o jogo por 1 a 0. No segundo, Crespo não tinha outra saída, a não ser mandar seu time para o ataque. O foi excelente para Juan Pablo Vojvoda explorar os contragolpes em velocidade, em bolas longas.

Foi assim que seu time marcou mais dois gols.

O São Paulo só descontou no final.

E acumulou mais uma eliminação em 2021.

Agora, terá a missão de sobreviver na Série A do Brasileiro.

A pressão sobre Crespo já é imensa...

Últimas