Triste liderança do Palmeiras. Time com mais infectados pela covid

Protocolo falhou feio com o milionário elenco palmeirense. Já são 19 jogadores que não poderão enfrentar o Goiás amanhã. Situação inaceitável

Elenco milionário, clube estruturado. 19 jogadores infectados.  Protocolo falhou

Elenco milionário, clube estruturado. 19 jogadores infectados. Protocolo falhou

Cesar Greco/Agência Palmeiras

São Paulo, Brasil

O Palmeiras perdeu completamente o controle da covid-19.

Com a confirmação hoje de mais cinco infectados, Raphael Veiga, Willian, Aníbal, Breno Lopes e Alan, o clube chega à assustadora liderança de jogadores infectados no Brasil.

São 19 atletas.

Além dos cinco de hoje, há mais 14: Jailson, Vinicius Silvestre, Gabriel Menino, Matías Viña, Alan Empereur, Benjamín Kuscevic, Danilo, Gustavo Scarpa, Quiñonez, Gabriel Silva, Rony, Gabriel Veron, Marino Hinestroza e Pedro Acacio.

O Santos vem logo atrás, com nove jogadores. Atlético e Vasco têm oito. Coritiba e Fluminense, quatro. Fortaleza, Ceará e Corinthians, três. E o Internacional, só um.

São 64 infectados.

O departamento médico do Palmeiras procura entender o que desencadeou tamanho surto, já que o clube estava conseguindo controlar o número de jogadores infectados desde que começou a pandemia, em março.

Todo o protocolo está sendo revisto.

Há enorme preocupação da diretoria, que não será exposta publicamente.

Mas internamente, o questionamento é enorme sobre o motivo de tantos casos.

O coordenador médico da CBF, Jorge Pagura, tem acusado os clubes de relaxamento com as medidas preventinvas da covid.

Exames para detectar o vírus não faltaram no Palmeiras. Esta não foi a falha

Exames para detectar o vírus não faltaram no Palmeiras. Esta não foi a falha

Cesar Greco/Palmeiras

Falta de cobrança dos jogadores nas folgas, evitar aglomerações em festas familiares, idas a supermercados, shopping centers.

Ramires, por exemplo, foi flagrado na balada, na semana passada.

Sem máscara.

O pior é os atletas infectados têm tido contato constante com os companheiros, nos jogos, nas viagens, nas concentrações.

O elenco milionário palmeirense está dando péssimo exemplo.

Há algum erro grave no clube.

E que precisa ser corrigido com urgência.

Até porque o clube confirmou que Gustavo Scarpa e outros três funcionários foram infectados pela covid.

Pela segunda vez!

O Palmeiras jogará amanhã com o Goiás.

Sem esses 19 infectados.

Na quarta-feira, tem partida importante no Equador, contra o Delfin, pela Libertadores.

É inaceitável o clube tão rico, estruturado, liderar o ranking de atletas com covid no Brasil.

Na Série A, nenhum clube errou tanto assim.

19 atletas é preocupante demais...

Artilheiro e apaixonado: Raphael Veiga está de bem com a vida