Cosme Rímoli São Paulo convicto, confiante. Oitava vitória seguida

São Paulo convicto, confiante. Oitava vitória seguida

Time de Hernán Crespo se impôs diante do lutador Rentistas. 2 a 0 nos uruguaios. Equipe já é líder de seu grupo na Libertadores

  • Cosme Rímoli | Do R7

Pablo marcou o primeiro gol do São Paulo. 2 a 0 foi muito disputado

Pablo marcou o primeiro gol do São Paulo. 2 a 0 foi muito disputado

Sebastiao Moreira/EFE 29.04.21

São Paulo, Brasil

O São Paulo de Hernán Crespo segue impressionante.

Pressionou, imprensou o retrancado Rentistas.

Teve de lutar muito.

Mas conseguiu sua oitava vitória consecutiva.

Quinto jogo sem tomar gol.

Venceu por 2 a 0, gols de Pablo e de Reinaldo.

E assumiu a liderança do Grupo E, da Libertadores.

Mesmo com dez jogadores, depois de expulsão de Acosta, aos seis minutos do segundo tempo, o time uruguaio conseguiu travar o São Paulo no Morumbi. 

Foi muito difícil a vitória dos comandados de Crespo.

Mas importantíssima na luta pela classificação para as oitavas e também pela confiança.

No jogo, a firme participação do veterano Miranda na zaga, como capitão do time. E Liziero no meio-campo.

Desde os primeiros minutos ficou clara a disposição dos times. O São Paulo buscando no toque de bola, na velocidade. Sem insistir em cruzamentos. Já o Rentistas de Martín Varini, treinador de apenas 29 anos, buscava travar as intermediárias e buscar contragolpes em bloco. A intensidade e a dedicação de marcação do time uruguaio eram impressionantes.

A entrada desleal de Acosta, que deixou os uruguaios com um jogador a menos

A entrada desleal de Acosta, que deixou os uruguaios com um jogador a menos

Reprodução/Fox Sports

O São Paulo, com três zagueiros, liberava Daniel Alves e Reinaldo. Tratava de trocar passes com velocidade e deslocação constante do meio para a frente. O que exigia demais fisicamente do time de Crespo.

A partida era muito difícil.

Até que aos 37 minutos, Luciano conseguiu servir Daniel Alves na meia direita. E com o talento diferenciado no corredor direito, ele conseguiu um passe espetacular para Pablo, se movimentando milimetricamente, entre a zaga uruguaia.

Sozinho contra o goleiro Rossi, o toque foi consciente.

Gol do São Paulo.

O time de Crespo chegou a 74% de posse de bola no primeiro tempo. Mas a marcação do Rentistas evitou um placar ampliado.

No segundo tempo, a pressão continuava.

Mas o Rentistas mostrava mais audácia, buscando marcar mais à frente.

Quando os uruguaios começavam a jogar melhor que o São Paulo, Acosta, que entrou para tentar marcar Daniel Alves, abusou. O lateral-esquerdo de 20 anos fez falta violenta, desleal no veterano. Foi expulso infantilmente, aos seis minutos.

A partir daí, o São Paulo seguiu buscando o segundo gol. E os uruguaios se defendendo.

Só aos 43 minutos, veio o segundo e justíssimo tento do São Paulo.

Igor Gomes tentou uma puxada na área. García travou com o braço. 

Pênalti incontestável.

Reinaldo bateu com convicção, firmeza, pelo alto.

2 a 0, São Paulo.

Ótima largada na Libertadores.

Assim como no Paulista.

Excelente trabalho de Crespo...

Spa e vista de tirar o fôlego: veja imóvel de R$ 38 milhões de Messi

Últimas