Cosme Rímoli Revolta! São Paulo e Santos não querem liberar Rodrygo e Anthony 

Revolta! São Paulo e Santos não querem liberar Rodrygo e Anthony 

 Jardine chamou a Seleção Olímpica. E desfalcará clubes por seis semanas para torneio de Toulon. Rodrygo, Anthony, Pedrinho e Pedro entre eles

São Paulo, Corinthians, Santos, Rodrygo, Pedrinho, Anthony, Seleção Olímpica André Jardine

São Paulo já se decidiu. Não quer ceder Anthony para a Seleção Olímpica

São Paulo já se decidiu. Não quer ceder Anthony para a Seleção Olímpica

São Paulo

São Paulo, Brasil

São Paulo e Santos estão à frente de motim.

As diretorias dos dois clubes estão revoltadas com a convocação de André Jardine para o Torneio de Toulon.

Leia mais: Calleri diz que volta é difícil, mas avisa: nunca recusou o São Paulo

O treinador chamou hoje 22 jovens atletas até 22 anos para a disputa de Toulon.

Só que, ao contrário do que acontece na Europa, vários desses atletas são peças fundamentais nos seus clubes, aqui no Brasil.

Lá jovens não fazem falta por conta do poder econômico que deixa elenco repletos de boas opções.

Aqui, não.

Se liberados esses atletas desfalcarão seus equipes por três semanas. Perdem quatro rodadas do Campeonato Brasileiro, o jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil, e da segunda fase da Sul-Americana.

Leia mais: Veja os jogos dos clubes da Série A até a parada para a Copa América 

A apresentação da Seleção Olímpica é no dia 27 de maio, com viagem para Marselha. A final do torneio de Toulon é 15 de junho.

A lista dos 22 convocados.

Goleiros
Lucão - Vasco da Gama
Lucas Perri - Crystal Palace (Inglaterra)
Ivan - Ponte Preta

Defensores
Gabriel - Lille (França)
Murilo Paim - Cruzeiro
Luiz Felipe - Lazio (Itália)
Lyanco - Bologna (Itália)
Emerson - Real Betis (Espanha)
Guga - Atlético-MG
Iago Borduchi - Internacional
Renan Lodi - Athletico-PR

Meias
Douglas Luiz - Girona (Espanha)
Thiago Maia - Lille (França)
Tabata - Portimonense (Portugal)
Wendel - Sporting (Portugal)
Mateus Vital - Corinthians
Matheus Henrique - Grêmio

Atacantes
Pedrinho - Corinthians
Matheus Cunha - RB Leipzig (Alemanha)
Rodrygo - Santos
Antony - São Paulo
Pedro - Fluminense​

Vasco, Ponte Preta, Cruzeiro, Atlético Mineiro, Internacional, Athletico-PR, Corinthians, Grêmio, Santos, São Paulo e Fluminense foram atingidos em cheio.

A revolta é maior que a euforia.

Há muito em jogo.

Rodrygo é peça fundamental no Santos. Clube não aceita liberação

Rodrygo é peça fundamental no Santos. Clube não aceita liberação

Santos

Dirigentes trocaram telefonemas, assim que saiu a lista.

Decidiram agir, pensar no clube.

E não no Brasil tentar buscar o ouro em Tóquio, em 2020.

O Santos já tratou oficialmente de pedir a liberação de Rodrygo.

O São Paulo também não aceita ficar três semanas sem Anthony.

Esses são os clubes mais revoltados.

Só que o Fluminense não quer abrir mão de Pedro.

O Corinthians não gostou de ter dois jogadores convocados.

Principalmente Pedrinho.

Na posição de Matheus Vidal, o clube tem vários atletas.

A princípio, a CBF não quer liberar ninguém.

O novo presidente Rogério Caboclo quer o título.

Até para mostrar competência na base.

Os dirigentes do Santos insistem: se liberar Rodrygo, ficarão com o atleta apenas para três partidas, antes dele ir para o Real Madrid.

Leia mais: Contrato de Guerrero favorece Inter em possível negociação com China

Jorge Sampaoli não quer a liberação.

Assim como Cuca em relação a Anthony, o melhor atacante do São Paulo.

E o mesmo vale para Fernando Diniz e Pedro.

O Fluminense, em péssima colocação no Brasileiro, perde Pedro convocado

O Fluminense, em péssima colocação no Brasileiro, perde Pedro convocado

Fluminense

Os jogadores se mantêm neutros.

Pare evitar problemas.

O embate promete ser firme.

A CBF quer fazer valer a sua força.

E exige todos os atletas no dia 27.

Diretorias de Santos e São Paulo garantem.

Não vão ceder.

Guerra à vista...

Saiba quais são os estádios da Copa América de 2019, aqui no Brasil