Cosme Rímoli Renato Gaúcho travou o frustrante São Paulo.Grêmio na final

Renato Gaúcho travou o frustrante São Paulo.Grêmio na final

Foi a quarta eliminação do time de Diniz em 2020. Não conseguiu fugir da marcação gremista. O 0 a 0 no Morumbi, acabou com o sonho do fim de jejum de oito anos

  • Cosme Rímoli | Do R7

Treinador conseguiu travar todas as armas ofensivas do São Paulo

Treinador conseguiu travar todas as armas ofensivas do São Paulo

Grêmio

São Paulo, Brasil

O jejum de oito anos do São Paulo continua.

O Grêmio travou o time de Fernando Diniz, em pleno Morumbi.

Conseguiu o empate, em 0 a 0.

Sem susto.

Com enorme consciência.

Vanderlei não fez sequer uma defesa difícil.

A melhor chance, inclusive, foi de Victor Ferraz, que acertou a trave de Tiago Volpi.

O São Paulo foi frustrante.

Sem personalidade.

Aliás, a quarta eliminação do time sob o comando de Fernando Diniz em 2020. Campeonato Paulista, Libertadores, Copa Sul-Americana e agora, Copa do Brasil. 

São 34 campeonato seguidos sem conquistas.

26 eliminações em mata-matas, nos últimos oito anos.

Renato Gaúcho deu a segurança tática que garantiu o 0 a 0 que levou o clube gaúcho à final da Copa do Brasil.

A vitória por 1 a 0, com um gol de Diego Souza, em Porto Alegre, definiu o confronto. 

Mostrou porque possui a melhor defesa do Campeonato Brasileiro.

"Sou grato a Deus por participar desse momento. O momento é do Grêmio, sou feliz por estar aqui. Falaram muito da gente, mas mostramos que esse grupo trabalha, é honesto.

"Merecemos a vitória porque jogamos bem. Estamos na final, vamos buscar essa sexta taça e tá todo mundo de parabéns.

"Acharam que a gente era o patinho feio e fizemos por merecer", dizia, emocionado, Diego Souza, jogador que estava desacreditado no Botafogo e Renato Gaúcho recuperou sua carreira, no Grêmio. 

Diniz teve uma perda fundamental que prejudicou seu ataque.Luciano não conseguiu superar a inflamação na perna esquerda, por conta de um cisto. E não entrou em campo. Sua técnica, improvisação e assistências para Brenner fizeram falta demais.

São Paulo foi travado na intermediária. O time gaúcho tirou o oxigênio do líder do Brasileiro

São Paulo foi travado na intermediária. O time gaúcho tirou o oxigênio do líder do Brasileiro

São Paulo

Assim como Reinaldo, suspenso. Outro jogador importantíssimo no ataque. É um dos melhores laterais esquerdos do Brasil.

Diniz optou por colocar Tchê Tchê à frente, como Renato previa. A mesma escalação que o São Paulo usou diante do Atlético Mineiro. E o técnico não repetiu o erro de Jorge Sampaoli, que abriu o time e perdeu por 3 a 0, envolvido pelo toque de bola.

O Grêmio entrou no 4-5-1. Pronto para impedir a troca de passes, a movimentação na intermediária que o São Paulo tanto gosta.

Alisson e Pepê entraram muito mais para travar as descidas de Juanfran e Léo Pelé, o substituto de Reinaldo.

Daniel Alves também não teve espaço. Matheus Henrique e Jean Pierre se revezaram e travaram o veterano meio-campista.

Igor Gomes e Gabriel Sara se intimidaram, não conseguiram render. Afobados, tensos, precipitados. Caíram sem marcação pessoal. Caíram, enroscados, no desenho tático gremista.

Brenner foi de uma inutilidade assustadora. Sem iniciativa, esperando bola. Acabou como o pior em campo, nesta semifinal importantíssima.

O destaque gremista foi Lucas Silva se desdobrou na intermediária, foi uma ótima, e surpreendente, escolha de Renato Gaúcho.

Teve uma atuação excelente.

Farra dos jogadores do Grêmio, no vestiário do Morumbi. Finalistas da Copa do Brasil

Farra dos jogadores do Grêmio, no vestiário do Morumbi. Finalistas da Copa do Brasil

Grêmio

Fernando Diniz, que jamais ganhou um título como treinador, ficou irritadíssimo. E, depois da partida acabada, foi expulso, por ofender Bruno Arleu de Araújo, que teve uma boa arbitragem.

Os gaúcho mereceram a vaga.

E vão decidir o título com o Palmeiras.

Será a nona decisão da competição por parte do Grêmio, com cinco conquistas.

O São Paulo jamais foi campeão da Copa do Brasil.

O último título do clube foi em 2012.

A Copa Sul-Americana.

Diego Souza, único homem à frente do Grêmio. Segurou a zaga são paulina. Ótima atuação

Diego Souza, único homem à frente do Grêmio. Segurou a zaga são paulina. Ótima atuação

Maurício Rummens/Estadão Conteúdo - 30/12/2020

Desde então, só decepções, como hoje.

Resta aguardar.

Se a eliminação de hoje pesará no Brasileiro.

O time é lider, com sete pontos de vantagem.

Restando 11 rodadas...

Fred se aproxima do top 3 da artilharia da história do Brasileirão

Últimas