Cosme Rímoli Ramírez e Heinze. Galiotte  se anima com estrangeiros

Ramírez e Heinze. Galiotte  se anima com estrangeiros

O presidente palmeirense segue analisando o currículo, a filosofia de técnicos para substituir Luxemburgo. A tendência é mesmo um do Exterior

  • Cosme Rímoli | Do R7

Miguel Ángel Ramirez é objeto de desejo. Mas detesta a instabilidade do futebol brasileiro

Miguel Ángel Ramirez é objeto de desejo. Mas detesta a instabilidade do futebol brasileiro

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

 O espanhol Miguel Ángel Ramírez, o argentino Gabriel Heinze e os uruguaios Gustavo Munúa e Diego Aguirre.

Esses foram os nomes discutidos ontem por Mauricio Galiotte e Anderson Barros, na escolha do novo treinador do Palmeiras.

O presidente está muito propenso a colocar um técnico estrangeiro como substituto de Vanderlei Luxemburgo.

O fato de Sampaoli, Coudet e Domènec serem os técnicos dos clubes líderes do Brasileiro estimula o presidente.

Os treinadores nacionais, não.

Miguel Ángel Ramíres, o treinador do Independiente del Valle, sempre criticou as trocas constantes de técnicos no futebol brasileiro.

E não esconde que seu sonho é voltar a trabalhar na Europa.

Ele comandou as categorias de base de Las Palmas e Alavés.

O argentino Gabriel Heinze e o uruguaio Gustavo Munúa estão desempregados, depois das saídas do Vélez e do Nacional.

Galiotte quer um treinador para 'fincar raízes'.

Que possa ficar além do final do seu mandato, em dezembro de 2021.

A escolha deverá ser rápida.

Porque os apoiadores do ex-presidente Paulo Nobre estão se assanhando.

E enxergam uma possibilidade de retorno do dirigente.

Emissários de Galiotte já sondam o mercado sul-americano.

O dirigente está realmente preocupado.

Ele queria uma que o treinador proponha uma filosofia que dure anos no Palmeiras.

O que coloca uma mínima vantagem para Miguel Ángel Ramirez.

Porém Heinze tem muitos defensores no Palmeiras,

Os jogadores não mostraram a solidariedade que Luxemburgo esperava.

O que demonstra que a sintonia entre o grupo e  ex-técnico nunca foi boa.

Andrey Lopes, que foi auxiliar de Dunga, seguirá comandando o time.

Ele orientará e escolherá a equipe que enfrentara o Fortaleza, no Ceará.

O Palmeiras despencou para a sétima colocação no Brasileiro.

O que é um vexame ao clube que entrou para ganhar o campeonato.

Caberá ao novo treinador dar ânimo ao Palmeiras.

Para ao menos poder sonhar...

Curta página do R7 Esportes no Facebook.

Luxa caiu! Ex-Palmeiras é o 11º técnico demitido no Brasileirão

Últimas