Cosme Rímoli Raí garante Diniz. Mas eles devem sair do São Paulo até dezembro

Raí garante Diniz. Mas eles devem sair do São Paulo até dezembro

Candidatos à presidência querem outro executivo e treinador. No Morumbi, ontem, mais um vexame. Empate desesperador contra o Bahia. 1 a 1

  • Cosme Rímoli | Do R7

Nenhum dos candidatos à presidência quer Diniz em dezembro. E ele sabe

Nenhum dos candidatos à presidência quer Diniz em dezembro. E ele sabe

Reprodução/Premiere

São Paulo, Brasil

"Garanto!

"O trabalho continua!

"Nós vamos dar todas as condições para o Diniz, a confiança nele é total.

"Foi ele que fez o time que estava produzindo antes da paralisação, e é ele quem tem todas as condições de voltar para aquele nível de atuação para que tenhamos mais chance de ter as vitórias necessárias para sair dessa situação.

"Voltar a uma crescente, voltar a ter confiança e esquecer os traumas recentes."

Raí

"A iniciativa (da troca por Luciano, do Grêmio) foi do próprio Everton. Ele quis sair, assim como o Pato e assim como o Anderson Martins.

"Jogadores que estão no São Paulo, um time deste tamanho, e estão insatisfeitos e querem sair, acho que têm de sair mesmo.

"Quero trabalhar com quem quer ficar, com quem quer melhorar, e com quem quer trabalhar para o time vencer neste momento."

Fernando Diniz

As declarações do executivo e do treinador do São Paulo, após o frustrante empate diante do Bahia, ontem no Morumbi, não tiveram eco.

A saída dos dois é uma questão de tempo.

Conselheiros que elegerão o novo presidente do clube, em dezembro, fazem o mesmo apelo aos candidatos Julio Casares e Roberto Natel.

Rogério Ceni é o desejo dos candidatos à presidência. Casares e Natel

Rogério Ceni é o desejo dos candidatos à presidência. Casares e Natel

São Paulo

Garantem seus votos, se Fernando Diniz e Raí não seguirem no clube.

E ambos já decidiram as trocas.

Ate porque serão apenas 224 conselheiros que decidirão quem será o sucessor do inseguro Leco na presidência são paulina.

 Os candidatos querem Rogério Ceni como treinador.

Casares, Muricy coordenando o futebol.

Natel ainda estuda um nome de impacto.

Não anunciam oficialmente que não trabalharão com Diniz e Raí.

Para não tumultuar ainda mais o péssimo clima que domina o Morumbi.

E que só piora.

Além do fraco futebol do time, sem desenho tático algum, apenas posse de bola, mas sem rumo, e muito frágil na defesa, Diniz revelou o que poucos sabiam.

O descontentamento que fez com que três jogadores vividos, com conquistas, tenham decidido ir embora, não acreditando mais no trabalho feito pelo treinador no São Paulo.

Hernanes também estava disposto a ir embora, mas por estar convicto que não estava ajudando o clube. Mero reserva. Foi convencido a ficar por Raí.

Mas segue sem a confiança do treinador.

Na partida de ontem, assistiu ao desespero do time em empatar com o Bahia em casa, sentado no banco. 

Raí garante Fernando Diniz. Mas sabe que ele mesmo não ficará em dezembro

Raí garante Fernando Diniz. Mas sabe que ele mesmo não ficará em dezembro

Reprodução SPFCTV

Não entrou para jogar um minuto sequer.

E essa sua paciência pode acabar e ele também ir embora.

Daniel Alves, maior escudo de Fernando Diniz e de Raí, não perdoa a saída dos companheiros. Principalmente Alexandre Pato.

Ele fez o 'de sempre' diante da crise.

Postou na Internet.

Mandou recado óbvio para os que saíram, viraram as costas ao São Paulo.

"Sejamos forte, aqui nesse mundo de mediocridades, não tem espaço pra fracos com vaidades!
"Plantar, regar e colher, não salte nenhum dessas fase se quer vencer….. mesmo que pragas tentem atrapalhar o seu cultivo, a sua garantia de êxito é o seu foco no que é preciso", escreveu.

Mas seu texto, clichê em livros de auto-ajuda em liquidação nas livrarias, não livrou o São Paulo de novo vexame.

Jogou mal contra outra vez.

O Bahia perdeu um pênalti, Tiago Volpi defendeu cobrança de Gilberto. Desperdiçou duas chances claras de gol.

Vencia a partida, com gol de Rossi, até que o instável São Paulo conseguiu empatar em uma bola parada. Cobrança de escanteio de Reinaldo, Carneiro desviou para cabeçada de Luciano, aos 39 minutos do segundo tempo.

1 a 1.

De nove pontos disputados, o São Paulo já perdeu cinco.

Está na 13ª posição do Brasileiro.

O inseguro Leco não deu entrevista.

Como sempre faz quando o time vai mal.

A pressão segue cada vez maior.

Mas que treinador aceitaria o cargo?

Sabendo que, em dezembro, seja qual for o presidente, ele fará de tudo para contratar Rogério Ceni?

São Paulo fez outro jogo fraco contra o Bahia. Sem convicção. Escapou da derrota

São Paulo fez outro jogo fraco contra o Bahia. Sem convicção. Escapou da derrota

São Paulo

Enquanto isso, Raí segura Fernando Diniz, o demove sequer de pensar em pedir demissão.

Mesmo com uma sequência de resultados frustrantes.

A situação só piora no São Paulo...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Fla, Palmeiras, São Paulo: veja novas camisas dos times do Brasileirão

Últimas