Cosme Rímoli Por baixa audiência, Globo despreza São Paulo de Daniel Alves

Por baixa audiência, Globo despreza São Paulo de Daniel Alves

Emissora carioca mostrará Flamengo e Internacional para os paulistas. Não quis que a CBF mudasse o horário de Athletico e São Paulo.

  • Cosme Rímoli | Do R7

Globo não se animou com o São Paulo de Daniel Alves. Baixa audiência

Globo não se animou com o São Paulo de Daniel Alves. Baixa audiência

São Paulo

São Paulo, Brasil

Desde 2015, quando Marcelo Campos Pinto foi aposentado, a Globo perdeu seu imenso poder na Confederação Sul-Americana de Futebol.

Veja mais: Santos "dribla" bloqueio de R$ 15 mi e evita salários atrasados

Escândalos relacionados às propinas para transmissão do futebol levaram inúmeros dirigentes da Fifa à cadeia. No caso do Brasil, atingiu os presidentes da CBF. 

O ex-governador biônico de São Paulo, José Maria Marin, cumpre pena nos Estados Unidos. Marco Polo del Nero está banido do futebol.

Campos Pinto, principal executivo da emissora ligado ao futebol, entre 1999 e 2015, chegou a ser citado como membro do Comitê da Fifa, em relatório oficio da entidade, 

Sua saída coincide aos grandes erros da emissora carioca. Ela deixou de negociar com todos os privilégios na Conmebol. Passou a perder jogos importantíssimos na Libertadores, na Sul-Americana.

Veja mais: A mão amiga de Tite para Neymar. E novas apostas. Nada mudou

Os novos inimigos: a Fox, o serviço de streaming Dazn e até o Facebook.

Mesmo no mercado interno, teve de passar a repartir o Brasileiro com a Warner, via Esporte Interativo, dividindo os jogos na competição nacional entre 2019 e 2024.

A falta de rumo no Jardim Botânico é evidente.

O futebol na tevê aberta segue na mesma marcha, perdendo 22% de audiência nos últimos dez anos.

A Globo ainda tem como grande aliada a CBF.

A entidade muda os jogos que a emissora pede.

Para agradar patrocinadores, a audiência é o fator primordial na escolha dos jogos a serem mostrados.

Veja mais: Borja: armadilha de R$ 44 milhões. Cinco vezes mais caro que Valdivia

Por isso, não houve o menor constrangimento na escolha de amanhã.

A fraca audiência de São Paulo e Ceará, mesmo com a badalada estreia de Daniel Alves, 22,6 pontos, pior do que todos os jogos do Corinthians mostrados em 2019, fez a Globo manter o que havia programado.

São Paulo, principal e mais rica praça do Brasil, terá de acompanhar Flamengo e Internacional pelas quartas-de-final da Libertadores.

São Paulo enfrentará o Athletico Paranaense em Curitiba, amanhã, às 19h30. Se a Globo exigisse, o jogo passaria para as 21h30. E seria mostrado para a capital paulista. 

Não quis.

Veja mais: Devassa na ESPN. Debates sem fim afugentaram audiência e anúncios

Mesmo com o time de Daniel Alves podendo passar a terceiro na tabela de classificação. O jogo já não terá transmissão a cabo, já que o São Paulo tem acordo com o Sportv e o Athletico Paranaense com a Warner. 

O time de Curitiba segue sendo o único que não assinou com a emissora carioca no pay-per-view. 

Ou seja, não haverá transmissão desse importante jogo.

Porque a Globo não quer.

A maior demonstração que a emissora carioca ainda faz o que quer com a CBF será no dia 4 de setembro.

Decidiu que agradará paranaenses e gaúchos, que verão os dois jogos da semifinal da Copa do Brasil.

Mostrará primeiro, às 19 horas, Athletico Paranaense e Grêmio. Em seguida, às 21h30,  Internacional e Cruzeiro, que deverá ser mostrado para todo o país.

Veja mais: Felipe Melo. Pitbull. E recordista de cartões na história do Palmeiras

Apesar de executivos ainda estudarem se valerá mais a pena mostrar filmes em São Paulo e no Rio.

Além disso, executivos seguem firme nos planos para mudar o horário do futebol aos domingos. 

Querem que seja fixo, às 19 horas, não mais às 16 horas, para a aberta.

Enfrentam a resistência do apresentador Fausto Silva.

Enfim, sem o monopólio, a Globo não para de improvisar.

Perdeu o rumo...

(A Globo alega que, por contrato, não poderia mostrar o São Paulo. Mas a relação com a CBF, ao longo dos anos, fez com que inúmeras partidas e horários fossem mudados, quando ela quis.

Hoje, São Paulo, se quiser ver futebol na tevê aberta, terá o Flamengo.

Simples assim...)

Últimas