Seleção brasileira

Cosme Rímoli Pedro. O grande derrotado na convocação da seleção. Flamengo pressionou a CBF e o jogador não foi chamado

Pedro. O grande derrotado na convocação da seleção. Flamengo pressionou a CBF e o jogador não foi chamado

O atacante estava na pré-lista para as partidas contra Chile e Bolívia. Flamengo protestou e ele, mais Gabigol e Everton Ribeiro, não foram chamados. Pedro, que já perdeu a Olimpíada, deverá perder a Copa

  • Cosme Rímoli | Do R7

Pedro acabou de fora dos últimos jogos das Eliminatórias. Para ser reserva no Flamengo

Pedro acabou de fora dos últimos jogos das Eliminatórias. Para ser reserva no Flamengo

Alexandre Vidal/Flamengo

São Paulo, Brasil

Goleiros: Alisson, Ederson e Weverton.

Zagueiros: Éder Militão, Gabriel Magalhães, Marquinhos e Thiago Silva

Laterais: Daniel Alves, Danilo, Alex Telles e Guilherme Arana

Meio-campistas: Arthur, Bruno Guimarães, Casemiro, Fabinho, Fred, Lucas Paquetá e Philippe Coutinho

Atacantes: Antony, Gabriel Martinelli, Neymar, Raphinha, Richarlison, Rodrygo e Vinicius Júnior.

Vitória do Flamengo e derrota, principalmente de Pedro, na convocação que Tite acaba de fazer para as próximas duas partidas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar, no dia 24, contra o Chile, no Maracanã. E, no dia 29, em La Paz, contra a Bolívia.

O vazamento de uma pré-lista de atletas convocados, há quatro dias, atiçou a direção do Flamengo. Nela constavam os nomes de Everton Ribeiro, Gabigol e Pedro.

O presidente Rodolfo Landim ficou possesso porque as convocações iriam desfalcar o time nas semifinais do Campeonato Carioca, onde o clube busca o tetracampeonato.

E o Flamengo é cada vez mais influente na CBF, sob o comando de Edinaldo Rodrigues. Os dirigentes rubro-negros cansaram de afirmar que as partidas 'não valem nada', já que o Brasil já está classificado previamente para o Mundial.

Gabigol e Everton Ribeiro também não foram chamados por conta do Campeonato Carioca

Gabigol e Everton Ribeiro também não foram chamados por conta do Campeonato Carioca

Lucas Figueiredo/CBF

Só que valeria especialmente para um jogador: Pedro. O atacante reserva na Gávea teve recusada a maior proposta já feita entre clubes do futebol brasileiro na história. 20 milhões de euros, cerca de R$ 110 milhões. Mais os direitos de Patrick de Paula e Gabriel Menino. Tudo isso por 80% dos direitos do atacante.

Para diminuir a frustração da negociação negada pela direção flamenguista, Pedro acreditava na chance de jogar as duas últimas partidas das Eliminatórias Sul-Americanas. Fora, evidente, do jogo contra a Argentina, que foi suspenso.

Mas o clube carioca trabalhou forte para que nem ele, nem Gabigol nem Everton Ribeiro fossem chamados. O Flamengo teve o apoio, lógico, da Federação Carioca, que não queria seus jogos decisivos esvaziados com as convocações. O zagueiro Nino, do Fluminense, estava nesta pré-lista. E o clube das Laranjeiras também exigia a liberação.

A vitória do Flamengo é mais um golpe para Pedro.

Suas chances de disputar a Copa do Mundo são ínfimas. Principalmente seguindo na reserva de Gabigol. 

Do Brasil, apenas Weverton (Palmeiras) e Guilherme Arana (Atlético Mineiro) foram chamados. Com a concordância de seus clubes.

A surpresa foi a chamada de Arthur, volante da Juventus. O jogador está longe de sua melhor forma técnica e até física. Gerson e Douglas Luiz vivem momentos muito melhores.

Gabriel Martinelli, do Arsenal, tem potencial. E mereceu a chance de ser testado. Gabriel Jesus e Roberto Firmino ficaram fora. Até que enfim, Tite parece estar se convencendo de que não pode seguir apostando até a Copa do Mundo nos jogadores que não mostram bom futebol na seleção brasileira.

No mais, o velho discurso de Tite na defesa de Neymar. Desta vez da sua partida omissa que acabou com a eliminação do PSG da Champions, na derrota por 3 a 1 para o Real Madrid.

"Ele fez um jogo bom no primeiro tempo (contra o Real Madrid), como toda equipe caiu na sequência. Ele tem uma qualidade extraordinária, mas vem de um processo natural de quem vem de lesão. Ele tem todo um processo de busca dessa melhor performance, que o tempo e os treinamentos vão dar. Vamos fazer todo o trabalho possível para ter ele com saúde. Esse processo de ter o atleta com saúde e a evolução física e técnica é apostado por nós também."

Landim foi claro. Não queria ceder jogadores do Flamengo na semifinal do Carioca. Não cedeu

Landim foi claro. Não queria ceder jogadores do Flamengo na semifinal do Carioca. Não cedeu

Flamengo

Ou seja, nada fora do normal na vida da seleção.

O Flamengo mostrou sua força.

Tite segue dependente de forma absurda de Neymar, buscando desculpas para os fracassos e escândalos que envolvem o jogador.

O grande derrotado nesta convocação tem nome.

Pedro.

Não foi vendido para o Palmeiras.

Seguirá reserva no Flamengo.

E não irá à Copa do Mundo.

Como não foi, apesar de convocado, à Olimpíada...

Confira jogadores estrangeiros com mais partidas por clubes brasileiros

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas