Cosme Rímoli Para barrar propaganda, Globo decide. Felipe Melo, ao vivo, não

Para barrar propaganda, Globo decide. Felipe Melo, ao vivo, não

Emissora não quer mais entrevistas com o volante. Já que não há lei específica. Não aceita apoio a Bolsonaro ou a qualquer candidato no futebol

Globo Felipe Melo Palmeiras

Se não há legislação específica, Globo vai se precaver. Felipe Melo, ao vivo, não

Se não há legislação específica, Globo vai se precaver. Felipe Melo, ao vivo, não

Reprodução/Premiere

São Paulo, Brasil

"Esse gol vai para o nosso futuro presidente, o [Jair] Bolsonaro."

Essa singela frase foi dita ao vivo, por Felipe Melo nos canais pay-per-view Premiere e Premiere HD, que pertencem à TV Globo. 

A repercussão foi péssima.

Veja mais: Bolsonaro une Lucas Moura, Sasha Meneghel e Felipe Melo

Provocou reuniões internas, a emissora carioca, dona do monopólio do futebol no Brasil não quer servir de veículo de propaganda para qualquer candidato no futebol.

A pressão da Globo já chegou à CBF.

E o departamento jurídico da entidade estuda o que fazer. 

A Constituição Brasileira está ao lado do jogador.

Ele tem o direito de liberdade de expressão. 

Não há dispositivo específico no Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

A Fifa também não exige a punição.

Só recomenda que não haja manifestações políticas e religiosas.

No uniforme são proibidos.

As camisetas por baixo com mensagens também.

Veja mais: Felipe Melo e Deyverson retornam do Paraguai e treinam na Academia

A procuradoria do STJD já veio a público se manifestar que estuda, de todas as formas, uma maneira de punição. O jogador ou o clube, o Palmeiras.

A possibilidade mais factível seria encaixar a atitude de Felipe Melo no artigo 258 do CBJD. Amplo, o artigo prevê penalidade a condutas disciplinares ou antiéticas não esclarecidas no código.

'Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código.' E suspender o volante entre um a seis partidas.

Veja mais: STJD frustra Palmeiras e mantém Corinthians como campeão paulista

A direção do Palmeiras soltou nota oficial avisando que não tem qualquer participação na decisão de Felipe Melo. A iniciativa foi pessoal.

Diante desse impasse, o clube e a Globo decidiram agir.

COSME RÍMOLI: Palmeiras desiste. Mas articula como desmoralizar o Paulista

Alexandre Mattos e Felipão já conversaram com Felipe Melo. 

Em novembro de 2017, ele posou com o candidato, na arena palmeirense, depois da vitória contra o Sport por 5 a 1. O jogador estava com a camiseta social do clube.

Bolsonaro e Felipe Melo já se encontraram na arena palmeirense

Bolsonaro e Felipe Melo já se encontraram na arena palmeirense

Reprodução/Instagram

E pediram que não faça mais campanha com a camisa do Palmeiras. Para não prejudicar o clube e correr o risco de ser suspenso. Fora do ambiente do futebol, ele tem a liberdade de agir como quiser. Embora fique claro que a diretoria não ficaria satisfeita. Os outros jogadores palmeirenses também foram avisados.

Esse tema também será tratado como 'problema interno'.

Veja mais: Palmeiras vê 'missão cumprida' e não tentará recurso por Paulistão

Dirigentes de vários outros clubes já estão seguindo o mesmo caminho. Preferência a qualquer candidato com a camisa das equipes, antes, durante ou depois dos jogos, está proibida.

O engajamento público, mesmo fora do ambiente do clube, também não é bem-vindo.

A Globo será mais direta.

Veja mais: Palmeiras x Cruzeiro, no Pacaembu, já tem 10 mil ingressos vendidos

Felipe Melo não será entrevistado ao vivo.

Não, durante a disputa eleitoral.

Palavras dele só gravadas, controladas.

Porque o jogador é imprevisível.

Neymar não usou nada ligado ao Barcelona quando apoiou Aécio à presidência

Neymar não usou nada ligado ao Barcelona quando apoiou Aécio à presidência

Reprodução/Instagram

Porém não restam dúvidas.

Se o STJD acolher a denúncia contra o volante seria ótimo.

Seria um aviso oficial aos outros jogadores.

O medo da CBF é que a medida seja anticonstitucional.

E fira a liberdade de expressão...

COSME RÍMOLI: Jogador é forçado a ser alienado. Quem se posiciona é massacrado

Confira quem são os artilheiros da Libertadores da América 2018