Cosme Rímoli Palmeiras cai no 'grupo da morte' na Libertadores. Diferente de 2020

Palmeiras cai no 'grupo da morte' na Libertadores. Diferente de 2020

O time de Abel Ferreira não tem motivos para comemorar o sorteio dos grupos. Defensa y Justicia e, muito provavelmente, o Grêmio

  • Cosme Rímoli | Do R7

Palmeiras não teve a mesma sorte de 2020. Adversários fortes desde a fase de grupos

Palmeiras não teve a mesma sorte de 2020. Adversários fortes desde a fase de grupos

Cesar Greco/Palmeiras

São Paulo, Brasil

Grupo A: Palmeiras, Defensa y Justicia-ARG, Universitario-PER, G2 (Grêmio ou Del Valle-EQU)

Grupo B: Olimpia-PAR, Internacional, Deportivo Táchira-VEN, Always Ready-BOL
Grupo C: Boca Juniors-ARG, Barcelona Guayaquil-EQU, The Strongest-BOL, G4 (San Lorenzo-ARG ou Santos)
Grupo D: River Plate-ARG, Independente Santa Fe-COL, Fluminense, G3 (Bolivar-BOL ou Jr Barranquilla-COL)
Grupo E: São Paulo, Racing-ARG, Sporting Cristal-PER, Rentistas-URU
Grupo F: Nacional-URU, Universidad Catolica-CHI, Argentinos Juniors-ARG, G1 (Libertad-PAR ou Atletico Nacional-COL)
Grupo G: Flamengo, LDU-EQU, Vélez Sarsfield-ARG, Unión Calera-CHI
Grupo H: Cerro Porteño-PAR, Atlético-MG, América de Cali-COL, Deportivo Laguaira-VEN

Se o Palmeiras, em 2020, foi bafejado pela sorte, com a disputa de um grupo fácil e caminho 'macio' até a semifinal da Libertadores, contra o River Plate, em 2021, a história será diferente.

Basta o Grêmio confirmar seu favoritismo, diante do Independiente del Valle e o time de Abel Ferreira enfrentará o 'grupo da morte', o A.

Com a companhia gremista, vice-campeão da Copa do Brasil, o Defensa y Justicia, campeão da Copa Sul-Americana. Três clubes fortes para duas vagas. Completa o grupo, o Universitario do Peru.

O São Paulo tem o que comemorar.

No grupo E, terá pela frente equipes com elencos com muito menor potencial.

Racing, da Argentina, Sporting Cristal, do Peru e Rentistas, do Uruguai.

Será uma ótima oportunidade para o treinador Hernán Crespo começar a competição que o clube do Morumbi realmente prioriza.

Houve clima de empolgação entre os principais conselheiros que sustentam politicamente o presidente Julio Casares. Havia preocupação com possíveis cruzamentos com o Grêmio.

A Conmebol não permite que dois clubes do mesmo país duelem na fase de grupos. A não ser que o clube se classifique na 'Pré-Libertadores'.

A divulgação oficial dos grupos pela Conmebol

A divulgação oficial dos grupos pela Conmebol

Conmebol

Em 2020, o São Paulo acabou eliminado nesta primeira fase, ao cair no grupo de River Plate (ARG), LDU (EQU) e Binacional (PER).

Se conseguir a vaga, que disputa com o San Lorenzo, o Santos terá dificuldades.

Primeiro, com a tradição e o potencial do Boca Juniors. E, depois, com a terrível altitude de La Paz, com seus 3.600 metros, onde joga o The Strongest. O Barcelona atua em Guayaquil, cidade portuária, ao nível do mar.

O sorteio hoje da Libertadores também foi cruel com o Flamengo e Fluminense.

O time de Rogério Ceni terá a sempre competitiva LDU, atuando a 2.800 metros, em Quito. E o tradicional time argentino Vélez Sarsfield. O Unión Calera é a equipe mais fraca.

Para a equipe ainda em formação de Roger Machado, foi pior.

Não bastassem o ótimo River Plate de Marcelo Gallardo e o competitivo Independente Santa Fé, com seu 2.800 metros de altitude.

Para completar o grupo, o quarto integrante ou será o Bolívar, que joga também nos 3.600 metros de La Paz, ou o Junior Barranquilla.

O Atlético Mineiro deverá ter vida mais fácil. Com Cerro Porteño, América de Cali e o Deportivo La Guaira, da Venezuela.

Ao Internacional a sorte reservou o Olimpia do Paraguai, o Táchira, da Venezuela e o Always Ready, de La Paz. Sim, com seus 3.600 metros.

Palmeiras, Flamengo e Fluminense têm motivos para preocupações.

O início do caminho da Libertadores será espinhoso...

Com três brasileiros, Uefa divulga seleção das quartas da Champions

Últimas