Cosme Rímoli O líder do Brasileiro está perto de ficar ainda mais forte: Ramires

O líder do Brasileiro está perto de ficar ainda mais forte: Ramires

Sem fair play financeiro no Brasil, os clubes mais ricos buscam ficar ainda mais fortes. O Palmeiras está muito perto de contratar o versátil Ramires

Palmeiras, Ramires, Felipão, Ramires no Palmeiras, Ramires Seleção Brasileira

Palmeiras negocia desde novembro. E Ramires está muito perto

Palmeiras negocia desde novembro. E Ramires está muito perto

CBF

São Paulo, Brasil

No dia 26 de novembro de 2018,  a matéria "Encostado na China, Ramires pode reforçar Palmeiras", foi publicada no blog.

Os três primeiros parágrafos foram estes.

"Bastou o Palmeiras ser decampeão e a Crefisa anunciar que ficará mais três anos patrocinando o clube, que surgiu no mercado uma possibilidade importante.

"O volante de 31 anos chocou o mundo ao ser vendido em 2016 do Chelsea para o Jiangsu Suning. Foi contratado por 33 milhões de euros, na época, R$ 138 milhões, a maior transação no país até então.

O versátil jogador, que disputou duas Copas do Mundo, ganhou o Português pelo Benfica e a Liga Europa e o Campeonato Inglês pelo Chelsea, se indispôs com os dirigentes do Jiangsu Suning."

E ficou na mesma situação que o colombiano Guerra no Palmeiras. Com contrato e sem o apoio do treinador, por não considerá-lo imprescindível à equipe. Acabou apenas treinando, por obrigação profissional, sem entrar em campo.

O técnico romeno Cosmin Olăroiu não interferiu no problema.

Ele tinha contrato até o final de 2019, com possível prorrogação até dezembro de 2020.

Ramires interessava equipes europeias como Benfica, Inter de Milão e Lazio. Além do Palmeiras, o Flamengo o sondou. Só que os chineses exigiam uma grande compensação financeira.

Jornais portugueses avisavam que os salários do jogador eram de impressionantes R$ 3,5 milhões.

O Jiangsu Suning não aceitava também emprestá-lo.

Esta situação sabotou as chances de voltar a jogar na Seleção Brasileira.

Ramires ganhou muito dinheiro. Mas teve sérios problemas no Jiangsu Suning

Ramires ganhou muito dinheiro. Mas teve sérios problemas no Jiangsu Suning

Jiangsu Suning

O impasse finalmente terminou em maio, com a rescisão de contrato.

O jogador, aos 32 anos percebeu que não seria tão fácil a recolocação na Europa.

Alexandre Mattos voltou à carga, incentivado por Felipão. O treinador trabalhou com o meio-campista na Seleção Brasileira.

É fã da versatilidade, da rapidez que impõe ao time na saída de bola e também de sua presença na área adversária.

A Crefisa pode apoiar financeiramente nos salários e luvas, já ele está livre.

Mattos segue conversando e muitos conselheiros já estão entusiasmados.

Para a posição, o clube possui Felipe Melo, Bruno Henrique, Thiago Santos, Matheus Fernandes, Moisés e Jean. Só que Moisés e Jean têm propostas e podem deixar o clube na janela do meio de ano.

O elenco mais forte e milionário da América do Sul pode ficar ainda mais poderoso.

Felipão é impressionado com a versatilidade de Ramires. Trabalharam na Seleção

Felipão é impressionado com a versatilidade de Ramires. Trabalharam na Seleção

Mowa Press

Até porque não existe o Fair Play financeiro neste país, que limitaria o capitalismo selvagem palmeirense.

A situação avança rapidamente, com Ramires podendo ser um reforço importantíssimo para a sequência da Libertadores e do Brasileiro. E até da Copa do Brasil, cuja inscrição termina apenas no dia 20 de julho.

Há muito otimismo no Palestra Itália...