Cosme Rímoli Jô usa a Globo. Se desculpa por soco. E tenta escapar de suspensão

Jô usa a Globo. Se desculpa por soco. E tenta escapar de suspensão

Atacante corintiano, finalmente, se desculpa pela agressão ao zagueiro Diego Costa, do São Paulo. Quer fugir da punição que pode chegar a 12 jogos

  • Cosme Rímoli | Do R7

Depois do soco, Jô tentando intimidar Diego Costa. Postura lamentável no clássico

Depois do soco, Jô tentando intimidar Diego Costa. Postura lamentável no clássico

Reprodução/Sportv

São Paulo, Brasil

Foi onde Neymar pediu desculpas.

A Dorival Júnior.

Pelo chilique e palavrões.

Por não cobrar um pênalti contra o Atlético Goianiense.

Onde Ronaldo Fenômeno se desculpou.

Por não ter jogado no Flamengo, seu time do coração.

Local escolhido por Adriano Imperador.

Para se desculpar.

Com o São Paulo e com o Corinthians.

Neymar sempre teve guarida da Globo. Para pedir desculpas por vários erros

Neymar sempre teve guarida da Globo. Para pedir desculpas por vários erros

Divulgação/Globo

Canal onde Marcos assumiu a sua pior falha.

A que fez o Palmeiras perder a decisão do Mundial.

Contra o Manchester United, em 1999.

Desde que foi fundada, em abril de 1965, a Globo dá guarida a arrependimentos, das mais diversas áreas.

Principalmente a esportiva.

Depois de seis dias de massacre nas redes sociais e, principalmente, a denúncia do STJD, pelo soco desleal que deu nas costas do zagueiro Diego Costa, Jô usa a Globo para se desculpar.

Além do soco, ele quis intimidar o marcador, de 21 anos, 12 a menos do que o atacante. Jô se revoltou pelo são paulino avisar ao árbitro Flávio Rodrigues de Souza, do soco.

"Baixa a bola, seu moleque do cara..." gritou para Diego.

Jô fugiu de entrevistas a semana toda.

Mas hoje falou.

"(Estava)De cabeça quente, na adrenalina do jogo, a gente acaba tomando algumas atitudes que depois revê e obviamente se arrepende.

"Ainda não tive a oportunidade de pedir desculpas para ele (Diego) ou todos os envolvidos: São Paulo, Corinthians, torcedores e espectadores que estavam assistindo ao jogo. São atitudes que nós, jogadores, não podemos ter, até pelo exemplo que a gente sempre dá.

"Então venho aqui pedir desculpas a todos. Claro que no calor da emoção a gente toma algumas atitudes, mas não é esse exemplo que a gente tem que passar.

"Vida que segue", disse o atacante corintiano, em entrevista neste sábado à emissora carioca.

Adriano usou a emissora carioca para se desculpar com o São Paulo e Corinthians

Adriano usou a emissora carioca para se desculpar com o São Paulo e Corinthians

Divulgação/Globo

O gesto do veterano atacante de 33 anos é louvável.

Se retrata com o jovem zagueiro são paulino, que o marcou de forma leal, com uma atuação excelente no clássico.

Mas é lógico que també atinge a opinião pública.

Jô não quer ser visto como um jogador covarde, capaz de socar seus marcadores pelas costas.

E ele realmente não tem a carreira marcada por atitudes como a do último domingo.

Mas também serve como recurso ao departamento jurídico do Corinthians, no julgamento que pode custar de quatro a 12 jogos, pela agressão ao são paulino.

O presidente da Comissão de Arbitragem, Leonardo Gaciba, confirmou que o VAR errou ao não chamar a atenção do juiz do clássico para a agressão.

É a Globo sendo a Globo.

Dando guarida aos arrependidos do Brasil...

Com Corinthians pressionado, Mano faz sombra ao atual treinador

Últimas