Cosme Rímoli Inferno de Neymar continua. Najila pode ser presa por calúnia

Inferno de Neymar continua. Najila pode ser presa por calúnia

O jogador já estava contente pela acusação de estupro ser arquivada. Mas a justiça decidiu acusar Najila de calúnia e extorsão. E seu ex-marido por fraude

Najila, calúnia, Neymar, Mauro Naves, Bolsonaro

Najila terá de se defender para não ser presa. A justiça a acusa de calúnia

Najila terá de se defender para não ser presa. A justiça a acusa de calúnia

Reprodução Twitter

São Paulo, Brasil

Para infortúnio de Neymar, a justiça brasileira decidiu.

Não será apenas Mauro Naves a sofrer com o escândalo sexual do jogador.

Acaba de acontecer a situação que o jogador tanto desejou quando Najila Trindade resolveu lavrar um Boletim de Ocorrência na Sexta Delegacia da Mulher, em São Paulo.

O acusou de estupro e agressão.

Justo a mulher que ele conheceu na Internet e fez tantas juras de prazer, o deixou na pior situação de sua vida. Correndo até o risco de ser preso.

Situação que humilhou até a Seleção. A granja Comary testemunhou. Pela primeira vez na história, a Polícia Militar foi até a concentração do Brasil atrás de um jogador.

A vontade que a polícia indiciasse Najila era até maior do que provar sua inocência. As própria procuradoras do Ministério Público não têm dúvida que Neymar não agrediu ou estuprou a modelo.

O vexame foi internacional.

A Mastercard resolveu tirar o seu rosto da propaganda oficial da Copa América. Assim como o atacante sumiu da capa do jogo Fifa 20. Perdeu a posição para o belga Hazard e o holandês Virgil van Dijk.

A Gillette já não tinha renovado com o jogador.

Seu ódio foi exposto na publicação que esclareceu grande parte do mistério. A troca de mensagens. Com destaque às fotos de Najila nua, enviadas antes de se encontrarem, ainda no Brasil.

E, principalmente, com o convite para voltar para a cama do quarto 203 do hotel Sofitel Arc De Triomphe. 

Campanha da Mastercard suspensa. Pela acusação de estupro

Campanha da Mastercard suspensa. Pela acusação de estupro

Reprodução

Quem foi agredido e estuprado agiria de maneira bem diferente.

Mas o grande problema de Najila foi a afirmação que ela fez aos policiais. Que teria um vídeo gravado de oito minutos, onde Neymar se mostraria agressivo e deixaria claro que ela foi estuprada.

Seria o complemento de um vídeo de 30 segundos, divulgado em todo o planeta. Onde aparece exatamente o contrário. Ela estapeando sem dó Neymar no rosto. E o máximo que o jogador faz é pedir calma.

Só que esse vídeo nunca foi mostrado a ninguém. Najila se negou a entregar seu celular à polícia com as imagens. Disse que precisava tirar uma cópia de seus contatos. 

Em seguida, avisou que seu celular havia desaparecido. Daí, garantiu que havia um tablet com as cenas da agressão e estupro gravadas.

Neymar divulgou as mensagens de Najila para provar que não houve estupro

Neymar divulgou as mensagens de Najila para provar que não houve estupro

Reprodução

Najila se apressou a avisar que o tablet havia sido roubado de seu apartamento, que fora arrombado. Peritos da PM foram conferir e, não houve arrombamento algum.

A modelo se complicou mais ainda. Disse que seu celular com o vídeo desapareceu.

E deixou um segundo aparelho, na Delegacia de Defesa da Mulher. Nele não havia nada. 

Daí a desconfiança e os fundamentos para a acusação de denunciaçao caluniosa. Ou seja, seriam mentiras a agressão e o estupro. Tudo não passaria de uma vingança pelo comportamento do jogador em Paris, que a deixou sozinha no hotel.

A acusação de extorsão veio do pedido de dinheiro do advogado José Edgard Bueno ao pai de Neymar, para que ela não lavrasse o boletim de ocorrência contra o filho.

A situação de Najila é ruim.

Só que Neymar não tem o que comemorar.

Depois que a decepção, a raiva passou, ele e seu pai acreditavam ser melhor esquecer o caso.

Para que o mundo também esquecesse e não tocasse mais no assunto.

Só que a delegada Monique Lima resolveu que Najila terá de responder na justiça por tentativa de extorsão e denunciação caluniosa.

Até seu ex-marido Estivens Alves também terá de responder na justiça. Foi acusado de fraude processual, por dar o seu aval que o apartamento da modelo teria sido arrombado, quando peritos policiais garantem que não.

"A polícia está comprada, né?", declaração de Najila durante as investigações

"A polícia está comprada, né?", declaração de Najila durante as investigações

Reprodução SBT

E por divulgar fotos eróticas de Najila.

A situação dos dois não é nada animadora.

A pena por denunciação caluniosa é de dois a oito anos de prisão. Tentativa de extorsão: quatro a dez anos.

Fraude processual, de três meses a dois anos. 

Divulgar fotos eróticas de Najila, sem a permissão da modelo, entre um e cinco anos.

Neymar deveria estar feliz.

Mas não está.

A visita sexual que patrocinou para Najila na França será assunto. Até que ela seja condenada ou inocentada.

Ele até pode posar com a velha frase feita 'justiça foi feita'.

Mas o jogador sabe que ele também tem muito a perder com essas denúncias.

O caso voltou às manchete do mundo todo.

Nunca um patrocínio sexual de um jogador acabou tão mal.

Para ele, para a mulher.

E para o ex-marido da mulher que visitou o jogador...