Hernanes dá lição de dignidade. Não quer receber sem jogar

Enquanto o clube se agita com a chance de trocar Everton por Luciano, com o Grêmio, Hernanes vê sua falta de espaço. Pensa até em rescisão

Hernanes fez valer a trajetória, a postura como ídolo. Não quer ser um aproveitador

Hernanes fez valer a trajetória, a postura como ídolo. Não quer ser um aproveitador

São Paulo

São Paulo, Brasil

Dignidade não é algo que se compre na esquina.

Enquanto a cúpula do São Paulo se atiçou com a proposta do Grêmio, da troca do meia atacante Everton pelo atacante Luciano, discretamente Hernanes tomou uma atitude inesperada.

O jogador de 35 anos tem um contrato maravilhoso, para o Brasil, país em recessão. Ele recebe R$ 1,1 milhão a cada 30 dias.

Tem contrato até dezembro de 2021.

Só que, de grande esperança para liderar o time na busca de títulos, se tornou reserva absoluto.

Faltam velocidade, explosão muscular, resistência.

Alto normal para um atleta de 35 anos.

Fernando Diniz não enxerga a necessidade de ter na equipe titular um atleta que não tenha força física no meio de campo para atacar e recompor com velocidade.

Daniel Alves já é o privilegiado.

Ter dois atletas veteranos sem participar tanto da recomposição seria dar espaço demais aos rivais.

Hernanes é muito inteligente.

Já fez essa leitura.

Apesar de ser ídolo, vencido dois Brasileiros, o de 2007 e 2008, ter sido fundamental para o clube não ter sido rebaixado em 2017, não vê mais espaço para seu futebol.

Não quer ser um aproveitador.

Ficar encostado na reserva, só usufruindo do salário milionário.

Foi o que expôs para o executivo Raí.

Ele está descontente com ele mesmo.

Para Fernando Diniz é impossível Daniel Alves e Hernanes juntos

Para Fernando Diniz é impossível Daniel Alves e Hernanes juntos

São Paulo

E se o São Paulo quiser, ele aceita a rescisão amigável.

Simplesmente vai jogar onde seja útil.

A diretoria do São Paulo está em dúvida.

Fernando Diniz o vê como líder.

Não como titular.

As conversas acontecem.

Haverá uma definição em pouco tempo.

Em compensação, o São Paulo quer muito a troca atribuída a Renato Gaúcho.

Fernando Diniz precisa de um artilheiro habilidoso, capaz de driblar, tabelar, ter nervos frios diante do goleiro adversário

O treinador teve ótimos momentos com o atacante Luciano, 27 anos, no Fluminense.

E considera vantajoso trocá-lo por Everton.

Aos 31 anos, o meia atacante que veio do Flamengo, teve inúmeras contusões. Não conseguiu se firmar no Morumbi.

Luciano teve ótimo desempenho com Fernando Diniz no Fluminense

Luciano teve ótimo desempenho com Fernando Diniz no Fluminense

Lucas Merçon / Fluminense FC

Renato o vê com possibilidade de ocupar a lacuna deixada com a venda de Éverton Cebolinha para o Benfica.

A troca tem grandes chances de ser efetivada.

Enquanto isso, os dirigentes analisam o que fazer com Hernanes.

Eles seguem surpresos com sua dignidade...

No estilo! Confira novos uniformes dos times europeus para temporada