Cosme Rímoli Fracasso de Romário na eleição do Rio. Euforia na CBF

Fracasso de Romário na eleição do Rio. Euforia na CBF

A derrota para o governo do Rio de Janeiro foi uma surpresa para Romário. Mas ele não vai desistir da política. Pelo contrário. Sonha é presidir o Brasil

Romário. Abatido pelo derrota ao governo do Rio. Para felicidade da CBF

Romário. Abatido pelo derrota ao governo do Rio. Para felicidade da CBF

Divulgação/Twitter

São Paulo, Brasil

Foi a maior derrota entre os esportistas deste país.

Romário tem nove anos de carreira política.

Foi deputado federal e senador.

Com atuações firmes, opiniões fortes, projetos.

MUDANÇA: Calendário do futebol para 2019 proíbe jogos após 21h30

A imprensa internacional elogiava sua luta contra a corrupção.

Principalmente no futebol brasileiro, na CBF. 

Ele chama a entidade de 'covil de ladrões'.

Seu alvo mais constante foi o banido Marco Polo de Nero.

"Dentro da minha concepção e de tudo que foi apresentado na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Futebol, posso afirmar que ele é ladrão, safado, mau caráter e corrupto, que se enriquece ilicitamente pela CBF", cansou de repetir, até o banimento.

Quando Del Nero foi banido do futebol pela Fifa, Romário disse que era pouco. 

E ele que deveria ir para a cadeia, junto com José Maria Marin.

Sua luta contra os dirigentes e seu ingresso na política foram comparados à luta de George Weah. O liberiano foi o melhor jogador de futebol do mundo em 1995, único africano a receber essa honraria. 

E em dezembro de 2017 se tornou presidente da Libéria.

Este é o sonho de Romário.

Estava empolgadíssimo com as pesquisas para o governo  do Rio.

Ele era apontado até a semana passada como o segundo colocado.

Deveria lutar com o ex-prefeito Eduardo Paes no segundo turno.

Só que ontem veio a confirmação de uma abrupta queda.

Acabou em quarto lugar, atrás de Wilson Witzel, Paes e Tarcisio Motta.

O resultado foi decepcionante para Romário.

O impacto realmente pesou.

Romário é inimigo mortal de Del Nero. A quem chamou de ladrão, safado, mau-caráter

Romário é inimigo mortal de Del Nero. A quem chamou de ladrão, safado, mau-caráter

Reprodução/Sportv

E ele retoma seu mandato como senador e pensará no futuro.

Enquanto isso, pessoas ligadas a Marco Polo de Nero celebraram.

Não só pelo prazer do ex-presidente.

Mas por não ter Romário controlando o Rio de Janeiro.

E que poderia transformar em um 'inferno' a rotina da CBF.

FORÇA-TAREFA: Final da Copa do Brasil terá 18 profissionais de arbitragem

Começando por questionar o edifício milionário na Barra da Tijuca.

Desta vez, a vitória foi de Del Nero.

Mas Romário promete não desistir da política.

Contrariando o sonho de aliados políticos de Marco Polo...

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Agora de terno: veja craques que se tornaram dirigentes de futebol