Cosme Rímoli Daniel Alves fora. Sem dispensa. Seleção inteira na Copa América

Daniel Alves fora. Sem dispensa. Seleção inteira na Copa América

Depois de tantas ameaças de boicote, protesto, jogadores da Seleção e Tite recuam. E os melhores foram chamados para a competição. Ninguém pediu dispensa

  • Cosme Rímoli | Do R7

A Copa América seria um grande teste para Daniel Alves, com 38 anos. Contusão sabotou convocação

A Copa América seria um grande teste para Daniel Alves, com 38 anos. Contusão sabotou convocação

Reprodução Sportv

São Paulo, Brasil

Goleiros: Alisson (Liverpool), Éderson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras);

Laterais: Émerson Royal (Barcelona), Danilo (Juventus), Alex Sandro (Juventus) e Renan Lodi (Atlético de Madrid);
 

Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid), Felipe (Atlético de Madrid), Marquinhos (PSG) e Thiago Silva (Chelsea);
 

Meias: Casemiro (Real Madrid), Douglas Luiz (Aston Villa), Everton Ribeiro (Flamengo), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United) e Lucas Paquetá (Lyon);
 

Atacantes: Everton Cebolinha (Benfica), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Barbosa (Flamengo), Gabriel Jesus (Manchester City), Neymar (PSG), Richarlison (Everton) e Vinicius Jr (Real Madrid)

Depois de toda semana tumultada, com a ameaça de recusa à Copa América, os ataques de políticos, o lastimável manifesto de ontem à noite e a entrevista decepcionante de Tite, não haveria outra saída.

O treinador da Seleção Brasileira convocou o time principal, que disputa as Eliminatórias, para a Copa América, que começa domingo.

Ninguém foi poupado.

Ou pediu dispensa.

Apesar de os atletas que jogam na Europa terem emendado duas temporadas. E estarem desgastados, cansados.

Para não correr o risco de ficar 'queimado' na CBF e correr o risco de não disputar a Copa do Mundo do Catar.

Daniel Alves pagou o preço de voltar à lateral direita, aos 38 anos. Ele não conseguiu se recuperar de uma lesão na coxa direita no início de maio. O 'pequeno estiramento' que o São Paulo divulgou, provou não ser tão pequeno. E o melhor jogador da Copa América de 2019 está fora da Copa América de 2021.

A competição seria de grande valia para Tite em relação ao lateral. Para constatar se ele suporta um torneio curto, intenso, atuando como lateral direito. Como será a Copa do Mundo do Catar.

Infelizmente para o técnico e para o jogador, nada feito. Ele não se recuperaria do estiramento a tempo de disputar a Copa América.

Rodrigo Caio perdeu seu lugar. Ele sabia. A vaga era de Thiago Silva, que não atuou contra o Equador e Paraguai, por estar com um estiramento na virilha esquerda. Mas ele está praticamente recuperado e vai disputar a competição.

Ao contrário do que aconteceu há dois anos, não há o menor entusiasmo no país pela competição.

Ela será disputada sem público.

E sob a sombra da pandemia.

Com mais de 477 mil brasileiros que perderam suas vidas vitimados pela Covid-19.

Colômbia e Argentina recusaram a competição.

O Brasil está no grupo B, com Colômbia, Equador, Peru e Venezuela. No grupo A, Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai e Bolívia. Se classificam para as quartas-de-final os quatro melhores selecionados.

A Seleção de Tite é franca favorita para a competição.

A estreia será no domingo, às 18 horas, em Brasília. 

Contra a Venezuela...

Últimas