Cosme Rímoli Daniel Alves e Cuca. Braço de ferro perigoso para o São Paulo

Daniel Alves e Cuca. Braço de ferro perigoso para o São Paulo

O capitão do time de Tite quer jogar na meia, para só se preocupar em atacar e abrir vaga a Juanfran. Cuca o quer na lateral. Daniel culpa a imprensa

Daniel Alves, São Paulo, Cuca, Neymar, Bolsonaro, CSA

Depois de ser anulado diante do humilde CSA, Daniel Alves quer jogar na meia

Depois de ser anulado diante do humilde CSA, Daniel Alves quer jogar na meia

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

"Eu sou um jogador que posso ajudar meus companheiros a serem muito melhores do que são. Eu jogando como lateral passo muito tempo sem pegar na bola, é difícil você fazer seus companheiros jogarem melhor, criarem situações.

"Mas evidente que a imprensa não vai saber disso porque nunca jogou futebol.

"Temos que definir um padrão de jogo e ir até o final confiando que aquele padrão é o melhor.

"Se a gente começa a mudar o padrão em razão do debate que está gerando, nunca vamos conseguir ter uma sequência."

"A imprensa sempre está para gerar um certo desconforto e debates.

"Antes de vir para cá fiz uma lavagem cerebral de que aqui só os mais fortes sobrevivem

"Na minha vida, tudo que construí acredito que foi sendo sereno, às vezes cego, surdo e mudo."

Esses foram os principais trechos da entrevista de Daniel Alves após o vexatório empate do São Paulo contra o humilde CSA.

O capitão da Seleção Brasileira foi anulado por Apodi. Aos 36 anos, ele não conseguiu render e muito menos  ser o líder para evitar a afobação, a tensão, o nervosismo do São Paulo, vaiado pela própria torcida após o péssimor resultado.

A verdade é clara.

O jogador está profundamente irritado por Cuca o ter escalado na lateral direita. Ele quer atuar no meio de campo, como meia, sem preocupações defensivas, para poder ter mais fôlego para chegar ao ataque.

Só que ele não tem tanto talento para isso.

Além de estar condicionado a atacar pela direita, travando o jogador mais driblador do grupo, o jovem Antony.

Cuca foi muito cobrado pelos jornalistas sobre o motivo de o melhor jogador da Copa América, capitão da Seleção, um dos melhores laterais do mundo, atuar como um meia absolutamente mediano.

O treinador levou em consideração as cobranças.

Apesar da diretoria pressionar, Cuca quer Daniel Alves na lateral

Apesar da diretoria pressionar, Cuca quer Daniel Alves na lateral

Reprodução Twitter

Ele também não havia gostado de Daniel Alves no meio.

Apesar da pressão da diretoria.

E o escalou contra o CSA pela lateral, com a intenção de fixá-lo na posição.

O treinador não quer dois veteranos no setor: Daniel Alves e Hernanes, 34 anos. Acredita que o time fica lento e sem poder de recomposição sem a bola.

Para ter os dois no time, o ex-jogador do Barcelona terá de ocupar a lateral.

Além de não querer jogar fixo no corredor direito, há outro problema, para Daniel Alves.

Juanfran.

O espanhol de 34 anos fez história no Atletico de Madrid, só aceitou atuar no Brasil se fosse titular. E por onde sabe jogar: a lateral direita.

Daniel Alves foi uma das pessoas que conversou e convenceu o espanhol a trocar de continente.

Juanfran ficou o tempo todo ontem no banco.

Veterano Juanfran só veio da Espanha para o Brasil para jogar. Não ser reserva

Veterano Juanfran só veio da Espanha para o Brasil para jogar. Não ser reserva

São Paulo

A situação ficou desconfortável no elenco.

Resumou da situação constrangedora.

Daniel Alves quer voltar a atuar como meia.

Cuca não quer.

O jogador culpa a imprensa por pressionar o técnico.

Acabou a euforia no Morumbi.

O inseguro Leco fez o que vem repetindo desde 2015.

Trazendo jogadores e os treinadores que os encaixem.

Daí o perigoso braço de ferro no São Paulo.

Cuca contra Daniel Alves

O técnico quer equilíbrio no time.

O capitão de Tite deseja jogar onde quer.

E ainda arrumar lugar no time para Juanfran.

O elenco acompanha esse duelo.

Seja qual for o vencedor...

O resultado trará consequências no Morumbi...