Seleção brasileira

Cosme Rímoli Clubes querem ceder só até dois jogadores para Tite

Clubes querem ceder só até dois jogadores para Tite

Jogos das Eliminatórias se acumulam. Há ainda Copa América e Olimpíada. Brasileiro e Copa do Brasil não vão parar. Clubes querem limitar convocados

  • Cosme Rímoli | Do R7

Tite quer os melhores jogadores na Copa América e nas Eliminatórias

Tite quer os melhores jogadores na Copa América e nas Eliminatórias

CBF

São Paulo, Brasil

Há muita apreensão entre os dirigentes de Palmeiras, Flamengo e São Paulo.

Por conta da Seleção Brasileira.

Os três times deverão ter jogadores fundamentais convocados por Tite.

Para a Copa América, Eliminatórias.

No caso do Palmeiras, o clube deverá ceder Weverton para a Olimpíada.

A pandemia não é responsável apenas pelo calendário absurdo, que obriga aos clubes disputarem, ao mesmo tempo, Estaduais, Libertadores, Copa do Brasil. A Copa do Brasil também chegou à elite do futebol deste país. No final de maio, se inicia o Brasileiro.

O período de paralisação por conta da Covid-19 também atingiu as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2022. Os clubes europeus se recusaram a ceder seus jogadores, com medo de contaminação.

E as partidas foram suspensas. Como, por exemplo, manter Brasil e Argentina, sem Neymar e Messi. Seria um fracasso de interesse

A Conmebol já conseguiu a liberação junto à Fifa para as próximas rodadas.

Por conta da dissiminação da vacinação para prevenir a Covid.

Weverton e Gabriel Menino conversam com o auxiliar de Tite. Cesar Sampaio

Weverton e Gabriel Menino conversam com o auxiliar de Tite. Cesar Sampaio

CBF

De acordo com a entidade presidida pelo paraguaio Alejandro Domínguez, a Fifa obrigará as equipes europeias a liberarem seus atletas. Só para as Eliminatórias. Para a Copa América, vai de clube para a clube. Não há obrigatoriedade, assim como para as Olimpíadas.

Já a CBF exige a liberação dos atletas nas três competições.

O que poderá ser caótico.

A Conmebol confirmou que as sétimas e oitavas rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas estão confirmadas para o início de junho. O Brasil enfrentará, em casa, o Equador. E fora, o Paraguai. Os dias serão 3 e 8.

Porque, no dia 13, se inicia a Copa América. Ela durará até o dia 10 de julho. Com jogos previstos para a Argentina e Colômbia. O governo argentino ainda estuda a possibilidade de desistir do torneio, por conta da pandemia.

O futebol da Olimpíada será disputado entre 23 de julho a 8 de agosto.

Vale lembrar que a quinta e sexta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, que aconteceriam em março, foram adiados. Acontecerão em setembro e outubro. Serão seis partidas da Seleção Brasileira acumuladas. Em casa contra Peru, Uruguai e Argentina. E fora diante de Chile, Venezuela e Colômbia.

Os dirigentes de Palmeiras, Flamengo e São Paulo, que deverão ceder jogadores fundamentais à Seleção Brasileira principal e Olímpica estão tensos.

Porque o Brasileiro e a Copa do Brasil não parar.

Flamengo tem muitos jogadores com potencial para serem convocados por Tite

Flamengo tem muitos jogadores com potencial para serem convocados por Tite

Alexandre Vidal/Flamengo

Só para a Copa América e a data Fifa imediatamente anterior à disputa do torneio sul-americanos, os clubes ficarão sem seus atletas por 42 dias.

E mais 12, em setembro e outubro, por conta das Eliminatórias Sul-Americanas.

Quem servir ao Brasil nas Olimpíadas ficará longe do seu clube por cerca de 30 dias.

Tantas convocações podem sabotar a caminhada de quem ceder mais atletas.

Fora os atletas brasileiros, há ainda os estrangeiros que serão chamados por seus países.

Há um movimento nascendo entre os dirigentes para que Tite convoque, no máximo, dois jogadores de cada clube brasileiro.

O ideal, para eles, seria um.

A situação é muito complicada.

A Seleção Brasileira principal não atua desde novembro de 2020.

Vitória sobre o Uruguai por 2 a 0, pelas Eliminatórias, em Montevidéu.

Tite está muito preocupado com a falta de partidas.

A preparação para a Copa do Catar está comprometida.

Mas os dirigentes dos clubes brasileiros têm outra preocupação.

Ceder o mínimo de atletas para a Seleção...

Spa e vista de tirar o fôlego: veja imóvel de R$ 38 milhões de Messi

Últimas