Cosme Rímoli Brenner, iluminado, faz o São Paulo ficar com sete pontos de vantagem

Brenner, iluminado, faz o São Paulo ficar com sete pontos de vantagem

 Diniz tomou a decisão certa. Colocou os titulares contra o Fluminense. Brenner marcou dois, são 22 gols em 2020. E venceu o aguerrido Fluminense, no Maracanã

  • Cosme Rímoli | Do R7

Brenner desequilibrou o jogo. Marcou os dois da vitória fundamental do São Paulo. Sete pontos de vantagem

Brenner desequilibrou o jogo. Marcou os dois da vitória fundamental do São Paulo. Sete pontos de vantagem

Alexandre Neto/Photo Press/Folhapress 26.12.20

São Paulo, Brasil

O São Paulo aproveitou a oportunidade.

O Flamengo apenas empatou com o Fortaleza.

O Atlético Mineiro venceu o Coritiba por 2 a 0.

Bastava vencer o Fluminense, time mais fraco, para abrir sete pontos na liderança do Brasileiro.

Fernando Diniz decidiu colocar não poupar seus titulares, que estão decidem a semifinal da Copa do Brasil.

O único, aliás, a descansar foi o veterano Juanfran.

Queria, de qualquer maneira, vencer o jogo.

E seu time começou forçando, marcando alto, vibrando.

Atacando em bloco.

Mostrando que merecia ser campeão.

O iluminado Brenner completou, de carrinho, cruzamento de Reinaldo, aos 14 minutos do primeiro tempo, estufando as redes.

São Paulo 1 a 0.

O Fluminense, de Marcão, tentava compensar a desvantagem técnica, com muita luta. O time carioca buscava na base do sacrifício físico, tentar ao menos um ponto.

Para piorar a equipe carioca não contava com Nenê. Precisava recuperar seu estado físico. Os 39 anos pesavam.

Ao contrário dos 37 de Daniel Alves. O também veterano mostrava muita energia e liderança. Responsavel pela vibração do time paulista no primeiro tempo.

Quem destoava era Luciano, que fazia péssima partida.

Mesmo assim, o São Paulo deveria ter saído com vantagem maior no primeiro tempo.

O segundo tempo começou de maneira inversa.

O time de Fernando Diniz voltou mais lento, tentando diminuir o ritmo do jogo. Exatamente o contrário quer o Fluminense fazia.

Marcão foi para o tudo ou nada.

Mando sua equipe marcar forte o São Paulo, na saída de bola. Com coragem.

Deu mais do que certo.

Logo aos seis minutos, Sara erra passe infantil.

Fred domina e dá um chute letal, indefensável para Tiago Volpi.

1 a 1.

E o time carioca se mostrava pronto para virar a partida.

O São Paulo foi surpreendido.

Estava muito pior no jogo.

Até que ele, o garoto Brenner surgiu de novo na área.

Reinaldo serviu para Sara que tocou para o jovem atacante, ele bateu forte, a bola para Marcos Felipe defender, Pablo briga pelo rebote. 

Mas, caprichosa, a bola procura Brenner.

2 a 1, São Paulo, aos 26 minutos.

Depois de cinco anos, o clube do Morumbi tem um atacante que marcou mais de 20 gols na temporada.

Brenner tem 22.

É o artilheiro do Brasil em 2020.

Ao lado de Diego Souza.

O jogo continuou muito brigado.

O Fluminense tinha em Fred seu grande jogador.

Criou várias chances para o empate.

Mas ele estava muito mal acompanhado.

O São Paulo, impulsionado pelos gritos de Diniz, lutou muito.

E conseguiu segurar a importantíssima vitória.

Está agora com sete pontos de vantagem na liderança.

Faltando 11 jogos para o Brasileiro acabar.

Tem de agradecer a Brenner.

Cheio de moral, o São Paulo decidirá a vaga na semifinal da Copa do Brasil, quarta-feira, no Morumbi.

O jejum de oito anos parece que vai acabar...

Últimas