Cosme Rímoli Antony no Ajax. Vendido por um terço que Raí prometeu

Antony no Ajax. Vendido por um terço que Raí prometeu

O principal atacante do São Paulo posa com a camisa do seu novo clube. Não jogará mais o Paulista. E saiu por R$ 200 milhões a menos que Raí garantia

  • Cosme Rímoli | Do R7

O principal atacante do São Paulo. Venda barata e mal feita. Não joga o Paulista

O principal atacante do São Paulo. Venda barata e mal feita. Não joga o Paulista

Ajax

São Paulo, Brasil

"O Antony só sai se pagarem a multa dele."

Essa promessa de Raí, principal executivo de futebol do São Paulo, foi feita na Fox Sports.

No dia 23 de de junho de 2019.

Quanto era a multa do jovem atacante?

50 milhões de euros.

Atuais, R$ 300 milhões.

O São Paulo passou o ano todo tentando vender o jogador.

Mas os fracassos do time pesaram, atrapalharam.

Prejudicaram o habilidoso atacante.

Para expor o atleta, ele passou por situação absurda.

Viajou para o Torneio de Tenerife, em novembro do ano passado, com lesão na coxa esquerda.

Foram 13 horas até a Espanha.

Desembarcou e mesmo assim, tentou treinar.

Foi cortado.

A direção do São Paulo queria expor o atacante com a camisa da Seleção Olímpica.

Mais derrotas com o time principal, atrapalhando Anthony.

A multa, 50 milhões de euros, era irreal, até mesmo Raí sabia disso.

Empresários sabiam que, o desejo no Morumbi era 25 milhões de euros, cerca de R$ 150 milhões.

E a saída foi aceitar a proposta do Ajax.

Comemorando.

O promissor jogador de 20 anos foi vendido por 17,7 milhões de euros, cerca de R$ 105 milhões.

Só que 9,7 milhões de euros serão pagos até o final do mês, R$ 58,3milhões. 

Os restantes 6 milhões de euros, R$ 36 milhões, no final de 2022.

Antony. Muito talento. Vendido precocemente pelo endividado São Paulo

Antony. Muito talento. Vendido precocemente pelo endividado São Paulo

Reprodução Twiite

O inseguro presidente Leco cortou 50% dos salários em carteira dos jogadores. Suspendeu o direito de imagem.

E conseguiu um grupo de atletas revoltados com a situação.

O clube já deve mais de R$ 300 milhões.

Com a pandemia, os débitos de 2020 devem chegar a R$ 400 milhões.

O dinheiro da venda de Antony só amenizará temporariamente o ambiente.

Para piorar as coisas, Fernando Diniz tinha uma mínima esperança.

Acreditava que o inseguro Leco e Raí convencessem a direção do Ajax a permitir que Antony terminasse o Paulista.

A negativa foi firme.

Ou a negociação seria desfeita.

Hoje, Antony, mesmo no Brasil, posa com a camisa do time holandês.

Não jogará mais pelo São Paulo.

Fernando Diniz  perdeu sua principal arma  na reta final do Paulista

Fernando Diniz perdeu sua principal arma na reta final do Paulista

Reprodução Twitter

E o clube receberá, parcelado, um terço do que esperava pelo seu principal atacante.

Arma para romper o jejum de oito anos sem título.

O São Paulo segue de mal a pior.

Mesmo na pandemia e sem entrar em campo...

CR7 marca dois e evita derrota da Juve! Confira rodada na Europa

Últimas