Novo Coronavírus

Cosme Rímoli A ridícula contribuição de Neymar na guerra contra o coronavírus

A ridícula contribuição de Neymar na guerra contra o coronavírus

O maior ídolo do futebol brasileiro não ajuda financeiramente, não faz campanha. Apenas posa para foto com máscara fashion. Para curtidas de fãs

  • Cosme Rímoli | Do R7

Neymar caçando curtidas

Neymar caçando curtidas

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

Sim, Neymar não poderia deixar passar.

O milionário de 28 anos, com mais de 200 milhões de seguidores nas redes sociais, deu sua contribuição à pandemia do coronavírus.

De maneira efetiva, ele mostrou que sabe usar sua idolatria.

Postou foto com uma máscara fashion para evitar o vírus.

De fundo, sua mansão.

E escreveu a esclarecedora legenda.

"Corona out (fora)."

De uma profundidade impressionante.

Nenhuma doação, como tantos estão fazendo.

Nenhuma campanha.

Nenhum conselho, nada.

Apenas seu egocentrismo mostrando.

"Eu estou protegido."

Alienado, não sabe da luta das pessoas comuns para tentar comprar máscaras simples, comuns.

E do sumiço do álcool gel 70%, que desapareceu das farmácias do mundo.

Inclusive no Brasil.

Neymar segue fiel à sua filosofia de vida.

Não se envolver em causas sérias.

Racismo, pobreza, desigualdade, preconceito.

Tudo serve como desculpa para fotos para serem curtidas.

Esse é o maior ídolo do futebol brasileiro.

Que só vive para o espelho.

E redes sociais.

Mesmo na pandemia do coronavírus...

Coronavírus: como a pandemia está afetando o mundo esportivo

Últimas