Cosme Rímoli A revolta de Zetti, bi mundial, com os vexames do São Paulo

A revolta de Zetti, bi mundial, com os vexames do São Paulo

Em seis anos, conquistou 13 títulos, com a  camisa tricolor, que passa vexames há oito anos. " O São Paulo só quer vender jogadores, não ser campeão"

  • Cosme Rímoli | Do R7

"O São Paulo está preocupado em vender. Não em formar um time campeão"

"O São Paulo está preocupado em vender. Não em formar um time campeão"

São Paulo

São Paulo, Brasil

Ele foi bicampeão do mundo.

Ganhou duas Libertadores.

Um Brasileiro.

Dois Paulistas...

Foram 13 títulos importantes.

Todos com a camisa do São Paulo.

A mesma tricolor que coleciona derrotas, frustrações.

Conhece o caminho das conquistas no Morumbi.

Além de tetracampeão mundial com a Seleção.

Seu nome é associado a talento, segurança, firmeza e honestidade.

E graças à esta honestidade, que Zetti fala abertamente sobre o que está errado no clube que fez história.

"Melhor lateral do mundo. Mas exige jogar no meio de campo. Não concordo"

"Melhor lateral do mundo. Mas exige jogar no meio de campo. Não concordo"

São Paulo

"Daniel Alves. O melhor lateral direito do mundo. Só joga no meio de campo no São Paulo, onde é um igual a muitos. Ele exige assim. Não concordo com sua contratação, nestes termos.

"E se o Daniel Alves é o líder do grupo, não tem expor os vários problemas do São Paulo em redes sociais ou na imprensa. Liderança é para ser exercida no vestiário, com os jogadores, com a Comissão Técnica, diretoria. Nunca publicamente.

"Eu também não entendo e acho muito errado quando vejo o Hernanes no atual elenco. Nada contra ele. A não ser que ele está no final da carreira.

"Se fosse assim, eu, o Cafu, deveríamos ter jogado os três últimos meses como profissional no São Paulo.

"O Hernanes está recebendo uma homenagem por ser ídolo. Só que para manter essa homenagem, o clube é obrigado a vender um jogador da base."

"O Fernando Diniz não está feliz. É muito claro em todas as suas entrevistas. Está contrariado. Não está sendo ele mesmo."

"O São Paulo não poderia ser eliminado pelo Mirassol. Está pesando a falta de confiança que vem sem títulos. Ficar oito anos sem ganhar título... A pressão é enorme. E só está aumentando."

"É preciso vender um jogador de base para manter Hernanes, no final de carreira"

"É preciso vender um jogador de base para manter Hernanes, no final de carreira"

Rubens Chiri/São Paulo

"O São Paulo atual abandonou suas origens. Perdeu o rumo. E acumula derrotas, frustrações. É bem diferente do São Paulo que conheci..."

Zetti, você que ganhou tanto com o São Paulo, o que há de errado com o clube, que acumula vexames?

Falta de planejamento. É impossível ganhar se o clube não para de vender jogadores. O São Paulo tem de manter um time e segurá-lo. Sei que não é fácil. Tudo mudou muito desde que eu jogava, mas não é possivel o clube vender tantos atletas da base o que começa a se destacar.

O São Paulo que eu joguei era um clube que mantinha seus jogadores. Não era um clube para formar atletas e vendê-los, repassá-los para a Europa. E perdendo dinheiro, muitas vezes.

Será que o Éder Militão precisava ir para o Porto, para depois ir para o Real Madrid? Há muita afobação nas negociações.

E este período específico de jejum?

Não houve sequência no trabalho de nenhum treinador. Falta confiança, respaldo. Se perde campeonatos para formar um time vencedor. Mas o São Paulo age com afobação. Desmancha equipes, manda embora técnicos. Ter no comando do clube um presidente apaixonado não é o melhor caminho. O São Paulo precisa ser tratado como uma empresa. Ter adminstradores, gestores.

Como você avalia o trabalho de Raí, no futebol?

Ele foi contratado no final de 2017. Sou muito amigo dele. Mas ele tem de ser cobrado como gestor. Não como o Raí, que foi excelente no campo. Os resultados ainda não vieram. Técnicos foram trocados. Jogadores chegaram, foram embora. Não está fácil trabalhar no São Paulo, com essa cobrança toda.  Mas as conquistas não vieram.

O Daniel Alves está dando o retorno que se esperava, há um ano?

Não. Ele foi contratado porque a diretoria precisava da chegada de um jogador de impacto. E isso ele é.

O melhor lateral direito do mundo... Só que exige jogar no meio de campo no São Paulo, onde é igual a muitos. Ele exige assim. E a diretoria aceita. Dá a camisa 10.

Não concordo com sua contratação nestes termos.

E mais: ninguém sabe como ele está para atuar na lateral direita da Seleção. Não concordo mesmo.

"Resolvíamos os problemas nos vestiários. Não na imprensa, como Daniel Alves faz"

"Resolvíamos os problemas nos vestiários. Não na imprensa, como Daniel Alves faz"

São Paulo

Como você avalia a liderança midiática do Daniel Alves?

Se o Daniel Alves é o líder do grupo, não tem expor os vários problemas do São Paulo em redes sociais ou na imprensa. Liderança é para ser exercida no vestiário, com os jogadores, com a Comissão Técnica, diretoria. Nunca publicamente.

O Raí e o Ronaldão falavam, cobravam, incentivavam o time bicampeão do mundo. No nosso vestiário. Todos os outros jogadores se calavam e a conversa ficava entre nós. Não concordo com essa exposição de hoje, com o Daniel Alves cobrando a todos pela imprensa. Mexe com a união do grupo.

Você vê alguns outros erros na montagem do elenco?

Vou ser bem sincero. Eu também não entendo e acho muito errado quando vejo o Hernanes no atual elenco.  Foi excelente jogador, líder. Nada contra ele. A não ser que ele está no final da carreira.

Se fosse assim, eu, o Cafu e outros atletas importantes na história deveríamos ter jogado os três últimos meses como profissional no São Paulo.

O Hernanes está recebendo uma homenagem por ser ídolo. Mas ele está na fase final da carreira, sem produzir o que produzia.

Para manter essa homenagem, o clube é obrigado a vender um jogador da base.

Porque ele é um jogador muito caro, mesmo na fase final da carreira.

"Por que o São Paulo não vendeu direto Eder Militão ao Real? Perdeu dinheiro"

"Por que o São Paulo não vendeu direto Eder Militão ao Real? Perdeu dinheiro"

Real Madrid

E quanto aos treinadores?

Já passaram vários pelo São Paulo, nesta fase ruim. De todos os trabalhos, lamento que o do Diego Aguirre tenha sido interrompido. Ele estava dando um perfil ao time. Vieram outros e acabaram se perdendo.

O Fernando Diniz não está feliz. É muito claro em todas as suas entrevistas. Está contrariado. Não está sendo ele mesmo. Está tentando se adaptar taticamente e deixando sua essência.

O São Paulo não poderia ser eliminado pelo Mirassol, sem 18 jogadore, oito titulares pela pandemia.

Está pesando a falta de confiança que vem sem títulos. Ficar oito anos sem ganhar título... A pressão é enorme. E só está aumentando.

O São Paulo é um clube que se acostumou a ser referência, se acostumou a ganhar.

E não está sabendo voltar as origens. Fazer o básico. Aproveitar os garotos da base, dar estrutura para um treinador fazer um trabalho com profundidade. Com respaldo até para não conquistar títulos logo de cara.

Com o Telê Santana foi assim.

O São Paulo atual abandonou suas origens.

"O São Paulo atual abandonou suas origens. Perdeu o rumo"

"O São Paulo atual abandonou suas origens. Perdeu o rumo"

São Paulo

Perdeu o rumo.

Só está preocupado em vender jogadores.

E não em formar um time vencedor.

Que leva tempo e precisa de planejamento.

Por isso acumula derrotas, frustrações.

É bem diferente do São Paulo que conheci.

E fui várias vezes campeão...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Flamengo de novo? Veja destaques na briga pelo título do Brasileirão

Últimas