Cosme Rímoli A incoerência de Casagrande. Criticar o governo pode. Apoiar, não

A incoerência de Casagrande. Criticar o governo pode. Apoiar, não

Principal comentarista de futebol da Globo se intitula 'democrata'. Mas sua incoerência domina as redes sociais. Imparcialidade política é questionada

  • Cosme Rímoli | Do R7

Casagrande elogia quem critica o governo. E lamenta quem se posiciona a favor

Casagrande elogia quem critica o governo. E lamenta quem se posiciona a favor

Reprodução Globo

São Paulo, Brasil

O ex-jogador, fundador do movimento Democracia Corinthiana, e comentarista da Globo, Casagrande, está no centro de imensa discussão política.

As redes sociais o estão criticando duramente;

Com reflexos até na empresa que trabalha, a Globo.

O comentarista resolveu apoiar publicamente a jogadora de vôlei Carol Solberg.

A filha da ex-jogadora da Seleção Brasileira, Isabel, terminou entrevista ao Sportv com a seguinte frase. "Antes que eu esqueça, Fora Bolsonaro.

A Confederação Brasileira de Vôlei repudiu a postura da jogadora.

Casagrande usou as redes sociais para se posicionar.

"Em seu legítimo direito de se expressar politicamente, a atleta Carol Solberg, do vôlei de praia, terminou entrevista ao Sportv com um ‘Fora Bolsonaro!’.

"E ainda usou, em sua nota, um inaceitável ‘denegrir’, um termo racista que deve ser fortemente repudiado."

“Nós, do movimento Esporte pela Democracia, treplicamos aqui de maneira singela: a única medida cabível à CBV é seu silêncio em respeito à liberdade de expressão."

O "Esporte pela Democracia" é um movimento de ex-atletas que enfrenta problemas sociais como racismo, desigualdade e autoritarismo.

Casagrande é um dos líderes.

Leão e Casagrande. As divergências seguem até hoje, 38 anos depois

Leão e Casagrande. As divergências seguem até hoje, 38 anos depois

Reprodução/Sportv

E apoiou o direito de Carol se manifestar e criticou a CBV por repreendê-la.

Mas acontece que, em 2017, ele criticou Felipe Melo por apoiar publicamente o mesmo Jair Bolsonaro, ainda candidato à presidência.

“Vivemos numa democracia e todos tem direito de dar opinião, só que é preciso saber do que está falando.

"Pode apoiar qualquer candidato, ser a favor de qualquer político, mas a partir do ponto que você apoia publicamente, tem de saber por que está apoiando.

"Porque você é um ídolo e influencia um monte de pessoas."

Ou seja, quando foi a favor de Bolsonaro, com quem não se identifica, o principal comentarista de futebol da Globo criticou

Quando foi contra, ele apoiou.

A incoerência de Casagrande está disseminada nas redes sociais.

E afeta diretamente a Globo, a empresa que trabalha e representa.

Não há proibição por parte da emissora.

Mas também não há entusiasmo pela briga pública que o comentarista de futebol está comprando.

Nem lógica em politizar transmissões e programas esportivos, como Casagrande já fez, ao censurar Caio Ribeiro, que afirmou que jogadores devem apenas se restringir a falar de futebol.

Ainda mais de forma incoerente.

Que Casagrande se mantenha como figura importante do movimento Esporte pela Democracia.

Mas que seja realmente democrata.

Que permita aos atletas se posicionarem a favor ou contra o governo.

"A Democracia Corinthiana nunca foi democracia.

Era um movimento que tinha donos.

"Sócrates, Casagrande, Vladimir.

"Eles sempre foram autoritários.

"E que quem era contra a opinião deles não servia", desabafou o ex-companheiro de Casagrande no Corinthians, Leão, que não escondeu que saiu do clube por causa do trio. 

Casagrande sempre teve orgulho de se proclamar um 'democrata'

Casagrande sempre teve orgulho de se proclamar um 'democrata'

Corinthians

Ou seja, a postura de Casagrande de defender apenas quem concorda com ele, parece não ser nova.

O que se exige de um comentarista de tamanha relevância, é, no mínimo coerência.

E Casagrande está completamente incoerente...

Últimas