Morre Maradona

Cosme Rímoli A homenagem espetacular de Messi a Maradona. Dois gênios

A homenagem espetacular de Messi a Maradona. Dois gênios

O meia do Barcelona faz gol idêntico ao que Maradona fez jogando no seu clube de coração, Newell's Old Boys. Comemora com a camisa do seu ídolo

  • Cosme Rímoli | Do R7

A simbiose perfeita. Homenagem espetacular de Messi a Maradona

A simbiose perfeita. Homenagem espetacular de Messi a Maradona

Reprodução/Barcelona

São Paulo, Brasil

Foi sensacional.

Algo que só a genialidade pode explicar.

Messi queria deixar algo eterno além das palavras para seu maior ídolo e sua maior sombra na vida.

Diego Armando Maradona.

Seu talento excepcional pôde proporcionar a homenagem jamais sonhada.

A família toda é torcedora do Newell's Old Boys.

E, em 1993, com seis anos, Lionel esteve na estreia de Maradona, na sua passagem-relâmpago, de sete partidas no seu clube de coração.

Amistoso contra o Emelec.

1 a 0 para o seu time de coração, gol de Maradona, que cortou da direita para o meio e, da entrada da área, estufou as redes equatorianas.

A comemoração do genial meia foi erguer os braços para o céu, agradecendo por voltar ao futebol.

Pois, 27 anos depois, ainda mexido com a morte do ídolo, há quatro dias, Messi volta a campo.

Contra o Osasuña, pelo Campeonato Espanhol.

O jogo já estava 3 a 0 para o Barcelona.

Quando ele desce pela direita, corta para o meio e estufa as redes de Herrera.

4 a 0.

O gol já foi uma homenagem.

Messi manda um beijo para o céu. Para seu ídolo, Diego Armando Maradona

Messi manda um beijo para o céu. Para seu ídolo, Diego Armando Maradona

Reprodução/Twitter Barcelona

Porque ele foi muito parecido, de propósito, com o de Diego.

Para completar, depois de abraçar os companheiros, Messi tira a camisa do Barcelona.

Por baixo, a do Newell's Old Boys.

Um beijo emocionado nas mãos.

Depois, os braços erguidos para os ceús.

Desta vez, para cumprimentar Diego.

E ao recolocar a camisa, os fotográfos registram o momento mágico.

A simbiose entre Messi e Maradona.

Os dois maiores talentos nascidos para o futebol argentino, depois do lendário Di Stéfano.

Só o talento de Messi poderia proporcionar uma homenagem incrível a Maradona

Só o talento de Messi poderia proporcionar uma homenagem incrível a Maradona

Reprodução/Twitter Barcelona

A parte de cima, a camisa do Barcelona, a de baixo, do Newell's Old Boys.

Incrível.

Inesquecível.

Digno de Maradona.

Os dois gênios juntos, pela Argentina. A morte de Maradona dói no mundo...

Os dois gênios juntos, pela Argentina. A morte de Maradona dói no mundo...

AFA

E de Messi...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Imóveis, carros e joias: veja a disputada herança de R$ 3 bi de Maradona

Últimas