Morre Maradona

Cosme Rímoli A difícil relação entre Pelé e Maradona. Mal se suportavam

A difícil relação entre Pelé e Maradona. Mal se suportavam

Pelé foi superficial sobre morte de Maradona. Eles viviam em lados opostos. Mesmo com todas as drogas, o argentino defendia causas socias. Já Pelé...

  • Cosme Rímoli | Do R7

Maradona sobre a diferença com o brasileiro: "Pelé pensa nele. Eu penso no mundo"

Maradona sobre a diferença com o brasileiro: "Pelé pensa nele. Eu penso no mundo"

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

"Que notícia triste."

"Eu perdi um grande amigo e o mundo perdeu uma lenda."

"Ainda há muito a ser dito, mas por agora, que Deus dê força para os familiares."

"Um dia, eu espero que possamos jogar bola juntos no céu."

Foi dessa maneira que Pelé se manifestou sobre a morte de Maradona.

Aos 80 anos, segue como sempre.

Sem se envolver profundamente nos assuntos mais polêmicos.

Ele sabe muito bem de tudo que cercou a vida de Maradona.

O quanto o argentino foi além na vida do que ele.

Usar os holofotes e os microfones para causas sociais.

Não seria capaz de escrever como Maradona fez em abril, ao completar 38 anos da guerra entre Argentina e Inglaterra.

"A honra e a glória é tudo para vocês, rapazes. Ainda temos orgulho."

"As Malvinas são argentinas."

Pelé conseguiu ser mais genial que Maradona em campo.

Sempre muito bem acompanhado, com parceiros sensacionais, como Garrincha, Didi e Tostão, por exemplo.

Conseguiu ficar longe das drogas e álcool, ao contrário de Maradona.

Mas ficou longe do legado social de Diego.

Como escancarar o preconceito do rico Norte da Itália ao empobrecido Sul.

"Cansei de ouvir canções racistas quando ia jogar fora de Napoli. Parte da Itália não é só preconceituosa com negros, sul-americanos. É também com italianos do Sul. Tenho orgulho de Napoli, não da Itália."

Quanto a Pelé, Maradona cunhou as seguintes frases.

"Pelé é um escravo, ele vendeu seu coração para a Fifa."

"Pelé gosta mais de dinheiro do que de dormir."

A resposta do brasileiro:

"Ele nunca foi bom exemplo. Só tinha o pé esquerdo. E seu único gol importante foi com a mão", ironizava o gol contra a Inglaterra.

A rivalidade entre os dois sempre foi verdadeira.

Os momentos de proximidade foram esporádicos.

As diferenças iam muito além do futebol.

"Pelé só pensa nele, eu penso no mundo."

Por isso, a despedida de um dos melhores jogador de futebol de todos os tempos, nas redes sociais, teria de ser da maneira que foi.

Como sempre.

Superficial, sem causar problemas.

Maradona foi muito além de Pelé fora dos gramados.

Com todas as drogas, álcool, abusos.

E o brasileiro sabe bem disso...

Maradona: o herói 'torto' deixa Argentina órfã de seu maior ídolo

Últimas