Cosme Rímoli A decepção de Abel com Leila Pereira. A dez dias da inscrição para o Mundial, o Palmeiras não tem artilheiro

A decepção de Abel com Leila Pereira. A dez dias da inscrição para o Mundial, o Palmeiras não tem artilheiro

Hoje, a bilionária Leila chega a um mês na presidência do Palmeiras. Foram várias negociações frustradas. Abel Ferreira não tem o artilheiro que implora há seis meses. Inaceitável a incompetência na busca do jogador

  • Cosme Rímoli | Do R7

Abel Ferreira pede um artilheiro há mais de seis meses. E o bilionário Palmeiras não contrata

Abel Ferreira pede um artilheiro há mais de seis meses. E o bilionário Palmeiras não contrata

Palmeiras

São Paulo, Brasil

São Paulo, Brasil

O que era compreensão, virou irritação.

Abel Ferreira tem como maior derrota desde que chegou ao Palmeiras, a participação do clube no Mundial de 2020. Seu time perdeu duas vezes, acabou marcado como a campanha mais desastrosa de uma equipe campeã da Libertadores. Em todos os tempos.

O português mostrou toda sua frustração no livro que publicará sobre seu primeiro ano no Palmeiras.

Ele quer, de qualquer maneira, aproveitar a rara segunda chance seguida. Em feveiro, o Palmeiras disputará novamente o Mundial, desta vez nos Emirados Árabes.

E, entre as contratações pedidas à bilionária Leila Pereira, a fundamental era a de um artilheiro. Abel precisa de um goleador, seja qual for o esquema que definir: reativo ou dominador.

Leila Pereira completa hoje um mês no poder.

Ela prometeu ser a 'melhor presidente' da história.

Neste primeiro mês tratou de autorizar a vinda de atletas medianos apenas.

Se preocupou mais com demissões na parte administrativa do Palmeiras do que com o Mundial de Clubes.

Abel não exporá a dirigente, que se tornou sua amiga pessoal.

Mas está frustrado. 

Mesmo se Leila autorizasse a contratação de Lewandowski, o que não vai acontecer, o treinador sabe que precisaria treinar o time com esse artilheiro. A perda de tempo, incompetência para contratar um jogador tão fundamental, com o clube tendo esta possibilidade é algo que beira o incompreensível.

Mesmo diante das expectativas gigantescas com Leila assumindo, ele sabia que não poderia sonhar com Cavani, Suárez, Diego Costa. A nova presidente se mostrou muito mais econômica do que jamais se supôs. Ela está tratando o Palmeiras como uma instituição financeira, que aliás preside também uma. E não quer mais aventuras com o dinheiro do clube. Como ela mesmo fez, financiando a fracassada passagem do colombiano Borja por São Paulo.

Daí, Abel Ferreira ter escolhido atacantes de preços medianos para um dos clubes mais fortes financeiramente do Brasil. Deu opções: Castellanos, Kaio Jorge, Yuri Alberto e Lucas Alario.

Foram fracassos atrás de fracassos.

É inadmissível que, a dez dias do Mundial, o Palmeiras não tenha o artilheiro que Abel Ferreira, bicampeão da Libertadores, pediu há pelo menos seis meses. Leila Pereira assumiu sabendo que o ex-presidente Mauricio Galiotte foi incapaz de contratar esse jogador e até entrou em choque público com o treinador.

Há clima de tensão, revolta entre os conselheiros palmeirenses. 

O Palmeiras jamais ganhou um Mundial. Persegue o título que os rivais Corinthians, São Paulo e Santos já ganharam. E mesmo com enorme antecedência não chegará nos Emirados Árabes como poderia. Rafael Navarro é um jogador que Abel Ferreira aceitou, mas que considera abaixo tecnicamente do que desejava no Mundial.

O Palmeiras tem Deyverson, Rafael Navarro como definidores. Luiz Adriano está afastado, buscando clube, depois de péssima temporada e se indispor com a torcida.

Até mesmo o menino de 15 anos, Endrick, chega a ser cogitado por conselheiros, tamanho o desespero com a passiva atuação na busca de um artilheiro.

Leila está sendo duramente cobrada nas redes sociais.

E um atacante pode chegar, de improviso, na próxima semana.

Mas não dessa maneira que um clube que vence duas Libertadores seguidas e que tem como obsessão vencer o Mundial, deveria trabalhar.

Leila está aprendendo na prática.

O Palmeiras não é uma instituição financeira, que visa apenas dar lucro.

É um dos maiores clubes do mundo.

Que se tornou gigante conquistando títulos de futebol.

Para isso sempre teve planejamento e grandes jogadores.

Seu primeiro mês como presidente foi de pura frustração...

Mercado da bola: confira as negociações do seu clube para 2022

Últimas