Cosme Rímoli A absurda presença do pai de Neymar no vestiário da Seleção

A absurda presença do pai de Neymar no vestiário da Seleção

Neymar tem privilégios que ninguém jamais teve. Não só no Brasil. Ou qualquer parente de Messi entra no vestiário quando ele se machuca?

Neymar, estupro, Seleção Brasileira, Neymar estupro em Paris, pai de Neymar

Em nenhum país do mundo, o pai do jogador machucado o aguarda no vestiário

Em nenhum país do mundo, o pai do jogador machucado o aguarda no vestiário

Reprodução/Sportv

São Paulo, Brasil

No amistoso contra o Qatar, ninguém sabia, na realidade, o diagnóstico, a gravidade de lesão de Neymar.

Veja mais: Veja os jogos dos clubes da Série A até a parada para a Copa América

Nem os médicos, que exigiram exames radiológicos para constatar o rompimento ou não das ligamentos no entorse no tornozelo direito.

Mas mesmo assim, o pai do jogador estava dentro do vestiário da Seleção em Brasília.

Lugar mais privativo do time brasileiro.

Inúmeros jogadores já se contundiram durante partidas do selecionado ao longo da história.

E nenhum deles teve acesso ao vestiário.

Nem atualmente teria.

Basta pensar em jogadores importantes como Daniel Alves, Phillipe Coutinho ou Casemiro.

Veja mais: Vinícius Júnior é o favorito da CBF para assumir vaga de Neymar

Se qualquer desse trio estivesse contundido, qualquer parente deles passaria longe do vestiário da Seleção Brasileira.

Esses privilégios que Neymar tem desmoraliza completamente o trabalho de Tite.

Ele é um treinador sério, firme.

Mas na Seleção tem se submetido a situações embaraçosas, inexplicáveis.

Tite precisa se impor. O vestiário é 'seu'. Pai de Neymar tinha de ser barrado

Tite precisa se impor. O vestiário é 'seu'. Pai de Neymar tinha de ser barrado

Mowa Press

Diante da óbvia cobrança da presença do pai de Neymar no vestiário, Tite já se mostrava tenso.

Quando o coordenador da Seleção, Edu Gaspar, tomou a palavra.

E disse que foi ele quem autorizou.

"Eu estava vendo o jogo na tribuna. Assim que houve a lesão, fui informado que o pai do Neymar estava próximo ao vestiário e me perguntaram se estava autorizado a entrar.

Veja mais: Machucou de novo! Confira todas as lesões de Neymar durante a carreira

Obviamente, autorizei, pensando que seria importante para ao atleta ter o pai próximo em um momento como esse", disse, sem a menor convicção.

Edu Gaspar foi um ótimo jogador.

Atuou no Corinthians, na Inglaterra com sucesso.

E sabe que é inconcebível qualquer pai entrar no vestiário quando o filho se contunde. Existem médicos, psicólogos, enfim, a Comissão Técnica como um todo. Preparada para dar toda a atenção. 

Veja mais: Mulher que acusa Neymar de estupro deu facada em ex-marido

Mas o pai de Neymar tem livre acesso a todos os lugares. Ele é muito próximo do presidente Rogério Caboclo.

Ou alguém imagina que qualquer parente de Messi, Cristiano Ronaldo, Mbappé, Salah esteja no vestiário quando qualquer destas estrelas se machucam?

Foi mais fácil Edu Gaspar assumir a culpa.

Porque depois da Copa América, ele abandonará a Seleção, irá trabalhar no Arsenal.

Veja mais: Fim de contrato com patrocinador milionário. Simbólico para Neymar

Ele tentou preservar Tite.

Mas só o expôs.

O vestiário 'é do técnico'.

Não do coordenador.

Edu Gaspar, que vai para o Arsenal, tentou preservar Tite. Ficou pior

Edu Gaspar, que vai para o Arsenal, tentou preservar Tite. Ficou pior

Mowa Press

O presidente da CBF é a autoridade máxima.

Mas em qualquer time ou selecionado que se respeite, o vestiário tem um 'dono'.

E ele é o treinador.

Veja mais: Neymar não é o único! Relembre as acusações de estupro contra atletas

Tem que ser.

Passou da hora de Tite se impor na Seleção.

Mesmo quando o assunto for Neymar...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Neymar: o camisa 10 é cada vez mais conhecido pela ostentação