Cosme Rímoli Mbappé iguala Pelé. E sai da Copa maior que Neymar

Mbappé iguala Pelé. E sai da Copa maior que Neymar

Cobiçado pelo Real Madrid, maior revelação do Mundial da Rússia, mais jovem artilheiro de uma final de Copa, depois de 60 anos. Mbappé

Mbappé, ao contrário de Neymar, sai muito maior do que chegou à Copa do Mundo

Mbappé, ao contrário de Neymar, sai muito maior do que chegou à Copa do Mundo

Kai Pfaffenbach/Reuters - 15.07.2018

Estádio Luzhniki

Moscou, Rússia

Ele chegou para a Copa do Mundo como coadjuvante de Neymar. Mesmo francês, se rendia ao reinado do brasileiro no PSG. Sabia quem mandava. Por isso jamais criou problemas ou tentou ser o protagonista no clube da família real catariana.

Só que no Mundial, no time de Didier Deschamps não há a obrigação de tocar a bola, procurar um só jogador na hora dos contragolpes em velocidade, muito bem treinados. Não, Mbappé pôde ser Mbappé.

E o jogador de apenas 19 anos não só se igualou a Pelé, ao marcar um gol na final de um Mundial com menos de 20 anos. Fez dois gols em mata-matas e foi titular absoluto do time campeão mundial. Isso não acontecia desde 1958. Há exatos 60 anos.

Mbappé mostrou que está pronto para brigar não só por ser o principal jogador do PSG. Mas tem talento, físico, visão de jogo para entrar na disputa para valer. Ser o campeão do mundo.

Vai se tornar um problema para Neymar.

Aliás, já se tornou.

A imprensa francesa e a torcida do PSG estão encantadas com o jovem talento. A conquista do título mundial, hoje, aqui na Rússia, o colocou em outro patamar. 

Havia muito cuidado com a revelação dos centros de formação de atletas francês, que sempre o tratou que começou no time de Bondy, similar a um subdestrito de Paris. Sua velocidade era um dom que poderia colocá-lo nas pistas de atletismo. Mas o amor pela bola o fez ser tratado como uma das maiores revelações da história do Monaco.

O clube não resistiu ao poder econômico do rival Paris Saint-Germain e teve de ceder Mbappé, que forçou sua saída. Desde cedo, frequentando as seleções de base francesa, ele mostrava grande personalidade.

Essa maneira de encarar a vida o fez titular absoluto da França.

O jovem jogador da França tem muita personalidade. É assediado pelo Real Madrid

O jovem jogador da França tem muita personalidade. É assediado pelo Real Madrid

Jason Cairnduff/Reuters - 21.06.2018

Ter sido eleito como o jogador revelação da Copa era uma certeza.

Nenhum jovem talento se aproximou dele. 

O problema para o PSG é o interesse do Real Madrid no seu futebol.

Ao contrário de Neymar que saiu do Mundial como piada, por suas simulações, o francês saiu muito maior do que quando chegou. O pior, para a família real, é que ele sua personalidade forte. E que estaria disposto a substituir Cristiano Ronaldo no grande colecionador da Champions League.

Depois da decisão, vencida pela França, Pelé reconheceu, nas redes sociais, o talento de Mbappé.

"Bem-vindo ao clube, Kylian", postou o maior de todos.

A primeira manifestação da maior revelação da Copa de 2018 foi em outra direção.

"Meu amor", postou, mostrando o troféu conquistado na Rússia.

O mundo ganhou um jogador impressionante.

Uma jovem estrela.

Que não aceitará seguir coadjuvante de Neymar...