Asics Real Pace: o último desafio dos corredores

Desafio aconteceu na pista de atletismo da USP

Asics Real Pace: o último desafio dos corredores

Solonei e adriana

Solonei e adriana

Divulgação

Em clima de final de ano, a Asics Brasil realizou, neste mês, um evento com as assessorias de corridas apoiadas pela marca para desafiar os corredores e terminar o ano em grande estilo.

Para celebrar o ano que se encerra, os corredores participaram do desafio Asics Real Pace, com ninguém menos que Adriana Aparecida da Silva e Solonei Silva, ambos convidados para proporcionar aos alunos a experiência de correr ao lado dos dois principais maratonistas do país.

O desafio aconteceu na pista de atletismo da Universidade de São Paulo, e a regra era clara, quem tomasse uma volta do Solonei ou da Adriana era desclassificado. Ao todo foram 12km (cerca de 30 voltas), dentro do Centro de Práticas da USP, o CEPEUSP.

Adriana comandou o time feminino, largando com um pace de 05’30”, muito aquém do que a atleta olímpica está acostumada. Como o clima era de festa, todas queriam aproveitar o grande momento de correr ao lado da Adriana.

“Hoje é dia confraternização e celebrar o ano que está acabando!

A largada da prova feminina

A largada da prova feminina

Divulgação

A vencedora do desafio feminino foi a Rafaela Damasio da Silva Azevedo, da assessoria do triatleta Adriano Bastos, “ Nunca imaginei correr ao lado da Adriana, foi muito bacana! ”

Já no time masculino, Solonei não deu moleza para os homens: saindo no ritmo de 4’30”, os corredores tiveram que fazer muita força para acompanhar o gigante Solonei.

“É a primeira vez que participo desse formato, ter que puxar o pessoal. Normalmente isso acontece na competição, mas é uma situação totalmente diferente. Aqui é uma confraternização! É bacana porque vai ficar aquela sensação de competir com os amigos, agora a competição é se vai aguentar o ritmo!"

Cartaz da corrida

Cartaz da corrida

divulgação

Com dobradinha da assessoria do Adriano Bastos, o primeiro lugar ficou com o atleta Marcelo de Assis Marques".

“Foi muito bom correr com Solonei não tenho palavras é uma referência para gente que é atleta amador. Ver da onde ele veio e onde ele está, é muita inspiração! Foi uma confraternização, correr entre amigos é muito bom”

No final os corredores vencedores foram premiados pelos patronos do evento com cheques nos valores de setecentos reais para o terceiro colocado, mil reais para o segundo e mil e quinhentos para o primeiro!

Os atletas no pódio

Os atletas no pódio

Divulgação
    Access log