Blog do Fabiano Farah Presidente eleito do Santos sondou Vojvoda durante campanha

Presidente eleito do Santos sondou Vojvoda durante campanha

Marcelo Teixeira também cogitou a possibilidade de abrir negociações por Gabigol, hoje no Flamengo

Marcelo Teixeira quer começar a atuar no Santos Futebol Clube já nesta segunda.

Eleito com 53% dos votos válidos (4.762 mil), o presidente tentou, durante a campanha, agilizar alguns projetos para o clube.

Teixeira, assim como os santistas, não contava com a queda para a Série B do Brasileirão.

O atual coordenador esportivo, Alexandre Gallo, que foi uma indicação de Marcelo, seguirá na função.

Antes do rebaixamento, Teixeira sondou Juan Pablo Vojvoda, do Fortaleza.

Marcelo Teixeira sondou Vojvoda antes do rebaixamento do Santos

Marcelo Teixeira sondou Vojvoda antes do rebaixamento do Santos

Lucas Emanuel/Agif - Agência De Fotografia/Estadão Conteúdo-26.11.2023

A cúpula do presidente eleito entende que o técnico argentino se destacou pela parte tática e que nunca teve atletas renomados mas, mesmo assim, conseguiu levar o time cearense para finais e classificações importantes.

Diante das dificuldades que Teixeira encontrará pela frente, o "Plano Vojvoda" pode ser adiado.

Um atleta que também foi sondado é Gabriel Barbosa, o Gabigol, revelado na base do Peixe.

Gabigol desperta interesse de Marcelo Teixeira

Gabigol desperta interesse de Marcelo Teixeira

Fernando Bizerra/EFE - 14.10.2021

Outro jogador que estava em uma lista como parte da reformulação no Santos é o lateral-direito Luis Advíncula, peruano, de 33 anos, que tem contrato com o Boca Juniors, da Argentina.

Lateral Advíncula, de 33 anos, está na mira do Santos de Marcelo Teixeira

Lateral Advíncula, de 33 anos, está na mira do Santos de Marcelo Teixeira

Lance! Galerias

A queda nas receitas atrapalha a ideia de reformulação.

Nos bastidores, Teixeira não descarta emprestar alguns atletas com altos salários no clube.

A ideia é qualificar o time com os "ativos" existentes no atual elenco.

Isso inclui o atacante Soteldo, pretendido por outras equipes brasileiras.

Pelo que esta coluna apurou, os contatos feitos apenas serão retomados depois da avaliação da situação deixada no futebol profissional.

É unanimidade na cúpula de Teixeira que, com apenas duas competições em 2024, vencer o Paulistão se tornou obrigação.

O problema é que a folha salarial, que em janeiro será de R$ 12 milhões, é considerada muito alta comparada às receitas que o Peixe terá.

A venda de Marcos Leonardo, caso apareça uma proposta de, no mínimo, 18 milhões de euros, é inevitável.

O meia Diego Pituca, que acertou um pré-contrato com o Peixe no meio desta temporada, chegará em janeiro e fará parte do elenco.

Teixeira ainda vai tomar ciência do salário e do contrato do atleta.

A previsão orçamentária do Santos para 2024, aprovada pelo atual Conselho Deliberativo, prevê mais de R$ 210 milhões de gastos com salários e direitos de atletas, além de uma arrecadação de R$ 134 milhões com venda de jogadores.

Os números são considerados irreais pelo presidente eleito.

Agora é aguardar a transição para sabermos quais os rumos que o Santos tomará com tantos problemas pela frente.

Confira os clubes que vivem os maiores jejuns do Brasileirão

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas