Esportes Presidente da La Liga não se abala com a possível saída de Messi do Barcelona

Presidente da La Liga não se abala com a possível saída de Messi do Barcelona

O contrato de Lionel Messi com o Barcelona termina dia 30 e não existem sinais de que o craque argentino vá renovar por mais uma temporada com o time catalão. Sua saída pode ser anunciada a qualquer momento, mas a possibilidade de perder uma das maiores estrelas do futebol mundial não incomodam o presidente da Liga espanhola, Javier Tebas.

Para o dirigente, a La Liga não sairá prejudicada se Messi for embora da Espanha. "Gostaria que Messi ficasse, tal como também gostava que tivesse ficado o Sergio Ramos no Real Madrid ou o Cristiano Ronaldo, na altura em que saiu para a Juventus. Mas os clubes fazem com que liga espanhola seja a mais estável em termos financeiros a nível europeu. Vamos continuar a ter grandes jogadores e isso não me preocupa. Ronaldo foi para Itália e a liga espanhola continuou a ter maior notoriedade que a Serie A. Caso idêntico ao de Neymar, quando trocou o Barcelona pelo PSG", referiu Tebas, nesta quarta-feira, em entrevista coletiva.

Ainda assim, o presidente espera que Messi permaneça em Barcelona. "É impossível calcular o impacto que teria a saída de Messi. Queremos que continue vinculado ao Barcelona e que termine a carreira na liga espanhola. Mas o Barcelona sabe o que faz. Tem de haver um balanço a nível financeiro."

Javier Tebas aproveitou ainda para criticar Real Madrid, Atlético Madrid e Barcelona por terem avançado com o projeto da Superliga Europeia. "Criar uma nova competição não é a solução. A Superliga é uma ideia que está morta. Queremos que o futebol seja mais interessante, mas para isso temos de ajudar os clubes mais pequenos, não os grandes."

Últimas