Paulista de Jundiaí rifa medalha de título para pagar as contas

Em junho de 2005, clube fez história ao vencer o Fluminense por 2 a 0, em Jundiaí, e segurar o 0 a 0, no Rio de Janeiro, para conquistar a Copa do Brasil

Conquista de 2005 foi histórica para o Paulista

Conquista de 2005 foi histórica para o Paulista

Tasso Marcelo/Agência Estado/22-06-05

O Paulista, de Jundiaí, 15 anos após o histórico título da Copa do Brasil precisou rifar uma das medalhas ganhas para pagar as contas, uma vez que não tem feito receita por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19). A rifa começou no último sábado e conta com 10 números a R$ 10. O time do interior de São Paulo ainda não divulgou o nome do vencedor.

Leia mais: 17 dos 20 clubes do Brasileirão reduziram salários dos jogadores

Em junho de 2005, o Paulista fez história ao vencer o Fluminense por 2 a 0, em Jundiaí, e segurar o 0 a 0 no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, para dar a sonhada volta olímpica na Copa do Brasil. Antes, já havia eliminado Juventude, Botafogo, Internacional, Figueirense e Cruzeiro.

Veja também: Comerciantes e voluntários promovem onda de solidariedade em meio à pandemia

Desde então, o Paulista caiu de produção. A última presença no Campeonato Paulista foi em 2014. No ano passado, o clube de Jundiaí esteve na Segunda Divisão do Campeonato Paulista (equivalente à quarta divisão estadual), quando foi campeão e subiu para a Série A3.

Até a parada da competição por conta da pandemia do novo coronavírus, o Paulista amargava a lanterna com sete pontos, cinco a menos do que o primeiro adversário fora da zona do descenso. Restam mais quatro rodadas para o término da competição estadual.

Eles são 'velhinhos', mas ainda valem muito dinheiro no futebol