Esportes Parceiro de Bruno Soares, Jamie Murray dispara contra direção de Roland Garros

Parceiro de Bruno Soares, Jamie Murray dispara contra direção de Roland Garros

Parceiro do brasileiro Bruno Soares no circuito profissional, o tenista britânico Jamie Murray não poupou palavras ao criticar a direção de Roland Garros através das redes sociais. Ele disparou contra a Federação Francesa de Tênis (FFT, na sigla em francês), que organiza o Grand Slam em Paris, alegando que os duplistas foram mais prejudicados do que os demais.

"Além de mudar a data do evento, a FFT continua com a mentalidade de não se importar com ninguém ao cortar a premiação das duplas em 23%. Para completar, o hotel que disponibilizaram para os duplistas é uma porcaria", escreveu o irmão de Andy Murray, ex-número 1 do mundo em simples, em sua conta no Twitter.

Com restrições por causa da pandemia do novo coronavírus, a direção de Roland Garros precisou reduzir a premiação para os atletas, mas privilegiou ainda mais os jogadores de simples, uma vez que diminuiu em apenas 10% o prêmio total. No entanto, cortou bem mais dos duplistas, que receberão 23% menos neste ano.

A federação preferiu não comentar sobre as reclamações do tenista de 35 anos, que a partir deste domingo jogará ao lado de Bruno Soares na busca pelo título.

Últimas