Tóquio 2020

Olimpíadas Vôlei: Zé Roberto diz que Brasil jogará final olímpica por Tandara

Vôlei: Zé Roberto diz que Brasil jogará final olímpica por Tandara

Técnico da seleção brasileira de vôlei afirmou que a jogadora suspensa por doping é inspiração para a equipe

Agência EFE
Tandara foi suspensa dos Jogos Olímpicos após potencial violação da regra antidopagem

Tandara foi suspensa dos Jogos Olímpicos após potencial violação da regra antidopagem

JUNG Yeon-je/AFP/31-07-21

O técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, garantiu nesta sexta-feira (6), após vitória sobre a Coreia do Sul, que a oposta Tandara será a inspiração das demais comandadas na disputa do ouro, neste domingo (8), contra os Estados Unidos.

A camisa 11 foi suspensa preventivamente, de acordo com comunicado emitido pelo Comitê Olímpico do Brasil, devido uma "potencial violação da regra antidopagem" ocorrida em exame realizado em 7 de julho, no centro de treinamento da Confederação Brasileira de Vôlei, em Saquarema.

"Elas jogarão pela Tandara", garantiu o técnico ganhador de três ouros olímpicos, dois com a seleção feminina, em 2008 e 2012, e um com a masculina, em 1992.

Hoje, o Brasil derrotou a Coreia do Sul por 3 sets a 0, com parciais de 25-16, 25-16 e 25-16, em uma hora e 22 minutos de partida, avançando para encarar os Estados Unidos na decisão, programada para as primeiras horas deste domingo (pelo horário de Brasília).

"Agora, temos que pensar no próximo jogo, porque isso já foi. Temos que ir para essa partida com a melhor energia possível e jogar por ela (Tandara) também", garantiu Guimarães, logo após a partida disputada na Ariake Arena.

O técnico da seleção feminina ainda revelou como foi informado da notícia da suspensão da oposta titular da seleção e admitiu que foi "tenso" comunicar as demais atletas.

"Recebi a notícia de madrugada e fiquei paralisado. Depois, olhamos os procedimentos, e tinha duas preocupações, com ela e com o grupo. Pela manhã, falei com ela, que me disse estar limpa, que não tomou absolutamente nada", relatou.

"Todas ficaram sem acreditar, mas aconteceu. Agora, temos uma causa, um jogo que precisamos vencer para tornar real nosso sonho. Não temos outra coisa a fazer", disse o três vezes campeão olímpico.

Últimas