Tóquio 2020

Olimpíadas Vôlei de praia: desidratada, Ana Patrícia sai de cadeira de rodas

Vôlei de praia: desidratada, Ana Patrícia sai de cadeira de rodas

Brasileira praticamente desmaiou e teve de deixar a arena antes da entrevista na zona mista, após derrota nas quartas

Lance
Ana Patrícia não passou bem após o jogo

Ana Patrícia não passou bem após o jogo

Lance

A brasileira Ana Patrícia passou mal e caiu no chão do lugar de entrevistas com a imprensa, em Tóquio, após o final da partida de vôlei de praia contra a dupla suíça Vergé-Dépré e Heidrich nesta terça-feira (03). A atleta já se sentia mal desde domingo à noite e náuseas pioraram durante a disputa.

O Comitê Olímpico do Brasil declarou que ela teve uma leve desidratação, e foi atendida pelo médico Felipe Hardt, do COB. A atleta já passa bem, mas sua dupla Rebecca Cavalcante ficou preocupada.

- A gente sabe que não foi fácil, mas está bem feliz. Eu sei o quanto a Patrícia lutou nesse jogo, ela sentiu muito. Entre domingo e segunda-feira (do Brasil), ela passou mal. Então eu já sabia que seria um jogo mais difícil por ela ter de se recuperar. mas estou muito feliz por ela, o que ela doou. E vários momentos, ela pensou em desistir, e eu ao lado dela, tentando segurar ali para a a gente aguentar até o final - destacou Rebecca.

O motivo do mal estar pode ter ligação com o forte calor de Tóquio que atletas têm reclamado. E pode ter sido agravado pela pressão da derrota pelas suíças por sets 2 a 1 nas quartas de final. As adversárias levaram a melhor nas parciais de 19/21 e 21/18 e 15/12. Foi a primeira participação da dupla brasileira em Olimpíadas, e estreia já ficou marcada por muitas desventuras.

 

Últimas