Tóquio 2020

Olimpíadas Tóquio 2020: Rebeca Andrade será a porta-bandeira do Brasil

Tóquio 2020: Rebeca Andrade será a porta-bandeira do Brasil

Ginasta foi escolhida pelo COB para representar a delegação brasileira na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos

  • Olimpíadas | Do R7

Rebeca Andrade será porta-bandeira do Brasil

Rebeca Andrade será porta-bandeira do Brasil

Lindsey Wasson/Reuters - 02/08/2021

Ouro e prata em Tóquio 2020, a ginasta Rebeca Andrade será a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos. A informação foi confirmada pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro) na manhã desta quarta-feira (4).

Rebeca ganhou destaque no Brasil antes mesmo de subir no pódio. Ainda na fase classificatória, ela encantou ao se apresentar ao som do funk Baile de Favela, do MC João, e já pintar como uma das favoritas na modalidade. Ela se classificou para disputar três finais: individual geral, salto e solo.

Nas finais, a ginasta subiu ao pódio duas vezes. Primeiro, conquistou a prata na disputa do individual geral e, depois, foi ao lugar mais alto do pódio após ser a melhor no salto. Ela encerrou a participação em Tóquio 2020 com o quinto lugar na disputa do solo.

Em Tóquio, Rebeca se tornou a primeira atleta mulher brasileira a conquistar duas medalhas numa mesma edição de Jogos Olímpicos, além de ter conquistado as duas primeiras medalhas da história na ginástica artística feminina na competição.

Por isso, segundo o COB, Rebeca segue em Tóquio até o fim do evento, não retornando ao Brasil com o restante da equipe da ginástica artística nesta quarta-feira. Seu treinador, Francisco Porath, também continua no Japão.

Últimas