Tóquio 2020

Olimpíadas Tóquio 2020 procura enfermeiros para trabalhar na Olimpíada

Tóquio 2020 procura enfermeiros para trabalhar na Olimpíada

Organização afirma que profissionais adicionais serão contratados para evitar sobrecarga no sistema de saúde do país

Reuters - Esportes
Para evitar sobrecarga na saúde, Tóquio 2020 procura enfermeiros para trabalhar na Olimpíada

Para evitar sobrecarga na saúde, Tóquio 2020 procura enfermeiros para trabalhar na Olimpíada

Kim Kyung-Hoon/Reuters - 30/11/2020

Os organizadores dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 pediram a ajuda de cerca de 500 enfermeiros para a competição que acontece de 23 de julho a 8 de agosto deste ano. A informação foi confirmada pelo chefe do comitê organizador, Toshiro Muto, nesta segunda-feira (26).

A mídia local noticiou que o comitê organizador havia solicitado mão de obra da associação de enfermeiros do país para as instalações olímpicas e para a vila dos atletas antes e durante o evento esportivo.

Os organizadores olímpicos continuam com os preparativos, apesar de o Japão estar tendo dificuldade para conter uma disparada da pandemia de coronavírus. Na sexta-feira, o país declarou estado de emergência em áreas que incluem Tóquio e Osaka.

"Pedimos que se cogite cerca de 500 enfermeiros", disse Muto em uma coletiva de imprensa. "A principal condição é que isto precisa não afetar negativamente os cuidados médicos regionais."

O comitê organizador também disse que convocará uma mesa redonda com especialistas médicos na sexta-feira para debater suas medidas contra a covid-19.

A mesa redonda será composta por seis especialistas e se reunirá com frequência para debater medidas específicas para realizar Jogos seguros e protegidos.

Tóquio 2020: Veja os brasileiros que estão classificados para Jogos Olímpicos

Últimas