Tóquio 2020

Olimpíadas Tóquio 2020 pede que público não vá à maratona e à marcha atlética

Tóquio 2020 pede que público não vá à maratona e à marcha atlética

A maratona, umas das mais emblemáticas provas olímpicas, e as competições de marcha atlética serão realizadas em Sapporo

Agência Estado - Esportes
Novas medidas de restrição podem ser anunciadas

Novas medidas de restrição podem ser anunciadas

Franck Robichon/EFE/23-06-21

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 e as autoridades japonesas pediram nesta terça-feira que as pessoas evitem ir às ruas para assistir ao vivo às provas da maratona e da marcha atlética, devido ao elevado risco de infecção com o novo coronavírus.

A maratona, umas das mais emblemáticas provas olímpicas, e as competições de marcha atlética de Tóquio 2020 serão realizadas na cidade de Sapporo, distante 800 quilômetros ao norte da capital japonesa, onde se disputarão a maioria dos eventos esportivos, entre 23 de julho e 8 de agosto.

Em março, as autoridades japonesas proibiram a presença de espectadores provenientes do exterior para assistirem aos Jogos Olímpicos e novas medidas restritivas da presença de público podem ser anunciadas ainda durante esta semana.

O Japão passou por uma crise sanitária menos grave do que muitos outros países afetados pela pandemia da covid-19, mas demorou a iniciar uma campanha de vacinação, sendo que as infecções pelo novo coronavírus continuam em alta na região de Tóquio.

Tóquio 2020: Veja estádios, ginásios e locais de competição dos Jogos

Últimas