Tóquio 2020

Olimpíadas Time mais valioso da Olimpíada, Espanha só empata com o Egito

Time mais valioso da Olimpíada, Espanha só empata com o Egito

Na estreia do futebol masculino em Tóquio, equipe europeia decepciona no estádio de Sapporo

  • Olimpíadas | Do R7, com Agência EFE

Espanha teve dificuldade para furar a defesa do Egito

Espanha teve dificuldade para furar a defesa do Egito

Kim Hong-Ji/REUTERS/22-07-2021

Na estreia do futebol masculino nos Jogos Olímpicos, a Espanha empatou em 0 a 0 com o Egito, em jogo válido pelo Grupo C. Mesmo com seis jogadores que estiveram na Eurocopa, a seleção espanhola pouco fez para justificar o papel de uma das favoritas ao ouro.

No primeiro tempo, a Espanha teve maior posse de bola, mas só assustou o goleiro El Shenawy em chute de Dani Ceballos que pegou na trave.

A equipe europeia ainda teve que fazer duas substituições no primeiro tempo por causa de lesões. O lateral Mingueza, do Barcelona, sentiu um incômodo na coxa esquerda. O meia Ceballos, que pertence ao Real Madrid, sofreu um pisão no tornozelo esquerdo e também deixou a partida mais cedo.

Na segunda etapa, a Espanha continuou com dificuldade para atacar. Aos 43, o atacante Rafa Mir subiu sozinho na área do Egito, mas cabeceou em cima do goleiro.

Na próxima rodada do Grupo C, a Espanha enfrenta a Austrália, enquanto o Egito tem a Argentina pela frente.

Espanha tem a equipe mais valiosa da Olimpíada

Uma das grandes favoritas a ganhar a medalha de ouro nos Jogos de Tóquio, a seleção espanhola é a mais valiosa entre as que vão disputar o torneio olímpico - com elenco avaliado em 563 milhões de euros (cerca de R$ 3,5 bilhões) - e a que tem o jogador mais caro: Pedri, do Barcelona, com valor de mercado de 80 milhões de euros (cerca de R$ 494 milhões), segundo um estudo realizado pelo site especializado Transfermarkt.

Atual campeã olímpica, a seleção brasileira está em segundo lugar no ranking do estudo, com elenco avaliado em 363,7 milhões de euros (cerca de R$ 2,25 bilhões). Alemanha (128,2 milhões de euros), Argentina (128,1 milhões) e França (121,5 milhões) completam os cinco primeiros lugares.

A presença de vários jogadores com histórico na elite do futebol mundial, entre eles Pedri, de 18 anos, pesou para a Espanha ficar à frente. Eleito a revelação da última Eurocopa, o valor de mercado do meia aumentou em 10 milhões de euros, para 80 milhões.

Mikel Oyarzabal, de 24 anos e da Real Sociedad, é o segundo mais valioso do elenco espanhol (70 milhões de euros), e o terceiro é Dani Olmo, do RB Leipzig.

Entre os brasileiros, o estudo apontou Richarlison, do Everton, como o mais valioso (55 milhões de euros), seguido por Diego Carlos, do Sevilla (45 milhões), e Douglas Luiz, do Aston Villa (35 milhões).

Últimas