Seleção brasileira

Olimpíadas Seleção olímpica é confirmada sem Neymar, mas com Dani Alves

Seleção olímpica é confirmada sem Neymar, mas com Dani Alves

Técnico André Jardine não pôde contar com nomes importantes para defesa do ouro, que começa em 22 de julho, contra Alemanha

  • Olimpíadas | Pietro Otsuka, do R7

Com Dani Alves e Pedro, Jardine anuncia os 18 convocados para Tóquio 2020

Com Dani Alves e Pedro, Jardine anuncia os 18 convocados para Tóquio 2020

Thais Magalhães/CBF

Com baixas importantes, como Neymar, o técnico André Jardine anunciou nesta quinta-feira (17) os 18 jogadores da seleção brasileira para Tóquio 2020. Além das ausências, alguns nomes convocados também podem ser considerados surpresas, como Daniel Alves, do São Paulo, e Pedro, do Flamengo.

Atual campeão, o time defenderá a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos. O caminho do Brasil rumo ao lugar mais alto do pódio começa no dia 22 de julho, contra a Alemanha, em Yokohama - curiosamente, as duas seleções fizeram a final da Rio 2016. Além dos alemães, a seleção olímpica terá pela frente a Costa do Marfim, no dia 25, também em Yokohama, e a Arábia Saudita, no dia 28, em Saitama.

O goleiro Weverton (Palmeiras), o zagueiro Marquinhos e o atacante Neymar (ambos do PSG) já haviam sido informados que não poderiam representar o Brasil na competição olímpica. No final da noite de quarta-feira, Rodrygo (Real Madrid) também foi avisado que não poderia atender ao chamado.

O atacante Pedro, do Flamengo, já havia sido avisado pelo Flamengo que não seria liberado para os Jogos Olímpicos, no entanto, foi convocado por Jardine. Segundo o clube rubro-negro, a CBF já estava avisada da decisão, mas houve uma mudança de última hora.

Segundo Branco, coordenador das seleções de base do Brasil, o critério adotado foi de escolher os melhores. "O Pedro é um jogador importante, determinante nesse processo olímpico. É um jogador que nos dois amistosos na Sérvia, fez três gols. É espetacular e tem uma vontade enorme de disputar a Olímpiada e representar o Brasil. A gente respeita a posição dos clubes, mas nossa mentalidade é de escolher os melhores", argumentou.

Sobre a convocação de Daniel Alves, Jardine se referiu ao lateral como "referência". "É um jogador que era para estar na Copa América, a lesão acabou o tirando, mas a gente ficou de olho. Porque a gente procurava nos atletas acima da idade olímpica, jogadores da caracateristica dele. Histórico de seleção, vencedor e perfil de liderança. É um jogador que vai agregar demais, com experiencia, sabedoria e tranquilidade para os mais jovens", disse o técnico.

A apresentação dos convocados está marcada para o dia 8 de julho. 

Confira os convocados

Goleiros

Santos - Athletico Paranaense (Brasil)
Brenno - Grêmio (Brasil)

Defensores

Nino - Fluminense (Brasil)
Gabriel Magalhães - Arsenal (Inglaterra)
Gabriel Menino - Palmeiras (Brasil)
Dani Alves - São Paulo (Brasil)
Guilherme Arana - Atlético-MG
Diego Carlos - Sevilla (Espanha)

Meio-campistas

Bruno Guimarães - Lyon (França)
Claudinho - RB Bragantino (Brasil)
Douglas Luiz - Aston Villa (Inglaterra)
Gerson - Flamengo (Brasil)
Matheus Henrique - Grêmio (Brasil)

Atacantes

Antony - Ajax (Holanda)
Malcom - Zenit (Rússia)
Matheus Cunha - Hertha Berlin (Alemanha)
Pedro - Flamengo (Brasil)
Paulinho - Bayer Leverkusen (Alemanha)

'Terror da Coca-Cola', CR7 já se declarou contra álcool e cigarro

Últimas