Tóquio 2020

Olimpíadas Seleção feminina de basquete dos EUA busca 7º ouro seguido

Seleção feminina de basquete dos EUA busca 7º ouro seguido

Equipe americana enfrenta a surpreendente seleção do Japão, neste sábado (7), às 23h

Breanna Stewart é destaque da equipe americana

Breanna Stewart é destaque da equipe americana

Stephen Gosling/NBAE/AFP/06-08-21

Em busca de sua sétima medalha de ouro consecutiva e invicta desde setembro de 2006, a seleção americana de basquete feminino joga a final de Tóquio 2020, neste sábado (7), às 23h (de Brasília), em Saitama, contra o anfitrião Japão.

A disputa pelo título contra as estrelas da WNBA no último dia dos Jogos já é um grande prêmio para uma seleção japonesa que se tornou a grande surpresa no torneio feminino.

O destaque da equipe japonesa é a armadora Rui Machida, que deu espetaculares 18 assistências - um recorde olímpico - nas semifinais contra a França.

Qualquer resultado, no entanto, que não seja uma vitória abrangente para a equipe americana será uma grande surpresa.

Ao contrário da seleção masculina, que conquistou o ouro na final contra a França neste sábado, a seleção feminina não tem tido grandes dificuldades no torneio.

Contra a Sérvia nas semifinais, Breanna Stewart contribuiu com 12 pontos e 10 rebotes, enquanto Britney Griner fez 15 e 12.

Estados Unidos e Japão já se cruzaram na primeira fase, com uma vitória da primeira por 86-69, em duelo em que as japonesas até ofereceram alguma resistência.

"Temos mais um jogo para mostrar o quão alto podemos chegar. Há muita confiança em nosso vestiário, estamos muito focados", disse o técnico japonês Tom Hovasse após vencer a França na semifinal.

Últimas