Tóquio 2020

Olimpíadas Renovada, seleção feminina de vôlei tenta surpreender em Tóquio

Renovada, seleção feminina de vôlei tenta surpreender em Tóquio

Bicampeã olímpica em 2008 e 2012, equipe teve um ciclo de altos e baixos e não chega aos Jogos como uma das principais favoritas

Treino da equipe feminina de volei do Time Brasil na cidade de Sagamihara

Treino da equipe feminina de volei do Time Brasil na cidade de Sagamihara

Jonne Roriz/COB - 20.07.2021

A seleção brasileira de vôlei feminino estreia às 9h45 deste domingo (25) nos Jogos Olímpicos de Tóquio, contra a Coreia do Sul. Bicampeão em 2008 e 2012, o time viveu um ciclo olímpico com altos e baixos.

Campeão do Grand Prix de 2017, além de dois vices na Liga das Nações, o Brasil amargou também o sétimo lugar do Campeonato Mundial de 2018. Na Copa do Mundo, em novembro de 2019, a seleção ficou em quarto lugar.

José Roberto Guimarães, possivelmente o maior técnico da história do vôlei brasileiro, fez uma grande renovação na equipe, apostando em nomes como o de Ana Cristina, de apenas 17 anos. As experientes Sheilla, Dani Lins e Adenízia, todas campeãs olímpicas, ficaram de fora.

Os principais rivais do Brasil são Sérvia, Estados Unidos, China e Itália, com Turquia e Rússia brigando por fora.

Conheça os 12 convocados para a disputa do vôlei masculino

Últimas