Tóquio 2020

Olimpíadas Rebeca empolga com prata e ainda pode levar mais duas medalhas

Rebeca empolga com prata e ainda pode levar mais duas medalhas

Ginasta brasileira disputará no domingo e na segunda as finais do salto e do solo respectivamente; Simone Biles ainda é dúvida

  • Olimpíadas | André Avelar, do R7, em Tóquio, no Japão

Impulsão de Rebeca Andrade no solo está nos padrões Simone Biles da ginástica

Impulsão de Rebeca Andrade no solo está nos padrões Simone Biles da ginástica

Mike Blake/Reuters - 29/7/2021

Se na competição em que não era favorita em Tóquio 2020, Rebeca Andrade foi prataa… Torcedores, calma. A empolgação tomou conta de quem acompanhou a conquista da ginasta brasileira na última quinta-feira (29), no Ariake Centre. A inédita medalha para a modalidade feminina em Jogos Olímpicos deu ainda mais ânimo para novas conquistas.

Rebeca ainda disputará as provas do salto, no domingo; e do solo, no dia seguinte, também pela manhã no Brasil. Esses são dois aparelhos em que a atleta de 22 anos teve melhores desempenhos no último ciclo olímpico.

Ainda extasiada com a medalha no peito, na saída da área de competição, a brasileira ainda nem tinha pensado em como seriam as próximas competições dentro da Olimpíada. Ainda assim, o brilho nos olhos e a espontaneidade como fala da ginástica deixam no ar que a atleta buscará outros grandes feitos na carreira.

Segundo ela mesma, esse trabalho de psicológico forte foi intensificado na pandemia e permitiu que ela focasse em uma coisa de cada vez. Durante o individual geral, por exemplo, que lhe garantiu a medalha de prata, ela pouco olhava para o movimento das adversárias. A norte-americana Sunisa Lee levou a melhor, com a russa Angelina Melnikova na terceira colocação.

“As pessoas te moldam, te mudam, sabe? Eu tive acompanhamento psicológico desde os meus 13 anos e, do ano passado para cá, consegui colocar em prática a parte de não me sentir nervosa, de manter o controle, de conseguir fazer tudo o que eu fazia no treino”, disse Rebeca, que também revelou admirar o lado mental de Simone Biles em lidar com a pressão, antes do esgotamento total na capital japonesa.

Além das conhecidas adversárias do pódio olímpico no individual geral, é possível também que a superestrela norte-americana também participe das provas individuais. Ela ainda não informou sua decisão.

Pontos fortes de Rebeca

O salto talvez seja o principal aparelho da já medalhista de prata do individual geral — em que as atletas fazem rotações nos quatro aparelhos: salto sobre a mesa, barras assimétricas, trave de equilíbrio e solo. As acrobacias anunciadas previamente são de grande dificuldade e a aterrisagem cravada no solo é um dos pontos-chave da sua apresentação. Para se ter uma ideia, ela terminou o aparelho com a melhor nota (15.300 contra 16.633 de Angelina) na competição dessa quinta.

Já no solo, por mais que as duas saídas do tablado de apresentação, tivessem custado pontos importantes, o som do Baile de Favela chamou a atenção dos jurados. Mais do que isso, a impulsão alcançada pela atleta brasileira está nos padrões Simone Biles da ginasta e, por isso, a aterrisagem custa um pouco mais para sair perfeitamente. Rebeca teve a terceira melhor nota nesse aparelho (13.666 contra 13.966 também da russa).

Últimas