Tóquio 2020

Olimpíadas Rayssa Leal leva prêmio do COI por 'Espírito Olímpico' em Tóquio 2020

Rayssa Leal leva prêmio do COI por 'Espírito Olímpico' em Tóquio 2020

Prata na Olimpíada, a Fadinha do skate marcou os Jogos ao vibrar com o ouro conquistado pela japonesa Momiji Nishiya

  • Olimpíadas | Do R7

Rayssa Leal mostrou a essência dos valores olímpicos ao celebrar o ouro da adversária japonesa

Rayssa Leal mostrou a essência dos valores olímpicos ao celebrar o ouro da adversária japonesa

Divulgação/COI

Depois de conquistar a medalha de prata nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 e o coração de todos os brasileiros, Rayssa Leal foi eleita a atleta que melhor representou o Espírito Olímpico no Japão, entre todas as modalidades. Promovida pelo COI (Comitê Olímpico Internacional), a votação foi feita de forma online.

A skatista concorreu ao prêmio pelas belas cenas demonstradas nas finais do skate street feminino, ao parabenizar com um abraço a japonesa Momiji Nishiya, que levou a medalha de ouro. A cena correu ao mundo como um dos grandes momentos da Olimpíada. 

Além do reconhecimento pelo espírito esportivo e de amizade com as demais skatistas, a Fadinha do skate ganhou também o direito de eleger uma instituição que receberá uma doação de 50 mil doláres (R$ 260 mil na cotação atual).

Rayssa Leal escolheu a ONG Social Skate, entidade protagonista no Brasil no uso do skate como ferramenta de inclusão social. 

Aos 13 anos, a Fadinha do skate fez história no Japão ao ser a primeira mulher a conquistar uma medalha no skate na história dos Jogos Olímpicos. O Brasil ainda faturou mais duas pratas, com Kevin Hoetler, no street masculino, e com Pedro Barros, no park masculino.

Fadinha de prata! Veja as manobras de Rayssa Leal na Olimpíada

Últimas